Capitão do sub-20, Hugo Moura comenta adeus à base do Flamengo e revela inspiração em Cuéllar

A base do Flamengo tem revelado grandes valores nos últimos anos e conquistado títulos importantes. Nesta sexta-feira (23), os Garotos do Ninho garantiram mais uma conquista para as prateleiras da Gávea: o Otávio Pinto Guimarães, após vencer o Fluminense por 1 a 0 no placar agregado. Esse foi o último troféu de Hugo Moura pela base do Fla. Isso porque, em janeiro, ele será integrado em definitivo à equipe principal. Logo após o apito final, o agora ex-capitão do sub-20 falou à reportagem do Coluna do Flamengo com exclusividade, comentando o processo de transição.

– Fico muito feliz em poder estar em mais uma final e conquistar mais um título com essa camisa. Começamos o ano vencendo a Copinha, agora fechamos vencendo a OPG. Foi um ano sensacional, muito vitorioso. Fico muito feliz por subir em janeiro, é um sonho. Eu quero dar muitas alegrias ao torcedor.

Em seguida, o volante admitiu admiração por Gustavo Cuéllar, titular absoluto na posição: “Sim (me espelho nele). Já treinei ao lado dele. É um profissional muito qualificado, chega cedo aos treinos… eu tento me espelhar nele em todos os quesitos do futebol”.

Além de Hugo Moura, mais três atletas deixam a base do Flamengo de forma definitiva para reforçarem a equipe principal: Matheus Dantas (zagueiro), Klebinho (lateral direito) e Lucas Silva (ponta). Apesar das baixas, o sub-20 do Fla segue com nomes fortes na categoria, como Vitor Gabriel, Bill e Patrick.

4 Comentários
  • Criação de sites e aplicativos para celular