Fla encaminha acordo com Renato e deixa Grêmio em “sinuca de bico”; gaúchos aguardam resposta

FOTO: LUCAS UEBEL/GRÊMIO

Por: Igor Dorilêo e Venê Casagrande

Não é mais segredo que o futuro de Renato Gaúcho está cada vez mais próximo do Flamengo. O treinador está alinhado com as duas principais chapas concorrentes à presidência do clube para o próximo triênio. Com isso, o Grêmio já começa a pensar em outras possibilidades para o comando técnico. Porém, não consegue dar sequência às negociações, já que ainda aguarda um desfecho envolvendo a negociação com Portaluppi.

No panorama atual, a única possibilidade de Renato permanecer em Porto Alegre seria através do convencimento do presidente Romildo Bolzan, com quem tem ótimo relacionamento. Em reunião recente entre os dois, o treinador ouviu da boca do mandatário o seguinte pedido: “Fica comigo até o fim do meu mandato“. Esse período corresponderia a mais um ano no comando da equipe gremista.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


Ciente da provável saída de Portaluppi, a diretoria tricolor tem dois substitutos como alvo. O favorito é Roger Machado, treinador que já trabalhou no clube e está desempregado desde que deixou o Palmeiras, no meio da atual temporada. No entanto, o profissional foi procurado para substituir Fábio Carille no Al-Wehda, da Arábia Saudita. Para definir seu futuro aguarda o Grêmio, que espera por Renato.

Outra nome que agrada à cúpula gaúcha é o de Tiago Nunes, que já trabalhou nas divisões de base tricolor. Ainda interino no Atlético-PR, o treinador fez ótimo trabalho em 2018, e pode assinar contrato como efetivo na equipe rubro-negra. Por ainda estar em compasso de espera, o Tricolor pode perder tempo e acabar demorando demais para procurar o jovem técnico, sendo preterido pelo próprio Furacão ou qualquer outro time.

A relação entre Grêmio e Renato é cheia de peculiaridades. Desde que retornou ao clube, a pedido de Romildo Bolzan, o treinador assina contratos válidos somente por um ano e sem multas para os dois lados em caso de rescisão. Essa liberdade dada entre as partes é considerada como ponto fundamental para o sucesso. No Flamengo, a situação deve ser diferente. O técnico deverá ter um vínculo dentro dos termos comuns no futebol brasileiro.

7 Comentários
  • Pow Renato só não pode ficar com esse doideira de trazer Léo Moura e Cortez. O Léo fez varias brincadeiras de mal gosto com nossa instição e ainda meteu um processo no FLA. Meu deus Cortez os cara querendo ver o FLA em outro patamar ai vem Renato e quer trazer Cortez ta de sacanagem

  • Os mesmo que estão idolatrando o Renato Gaúcho ,serão os mesmos que vão pedir a demissão dele, basta ele perder 01,02,03 jogos ,não existe técnico bom para o flamengo, a regra e clara perdeu 01,02,03 jogos o técnico e os jogadores não presta mais.

  • Antes do inicio do Brasileiro de 2019 o Renato Gaúcho não será mais tecnico do flamengo, senhores é só lembrar quantos técnicos passaram pelo flamengo nesses últimos 06 anos, foram 14 técnicos ,e muito técnico para pouco tempo.

  • O tri-rebaixado Renato Gaúcho já rebaixou o vasco uma vez e o fluminense duas vezes, chegando até a Série C. Renato tem muito oba-oba, no Rio vai viver de praia e fute-vôlei. Lomba ganha e Dorival continua.

  • Criação de sites e aplicativos para celular