João Guilherme destaca mudança de perfil dos dirigentes no Flamengo: “Pode fazer a diferença”

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Flamengo tem passado por uma grande mudança no mês de janeiro. Rodolfo Landim, que venceu a eleição presidencial de dezembro, definiu os seus vice-presidentes, além de outros dirigentes, para comandar o Rubro-Negro no triênio de 2019 a 2021. As pessoas selecionadas por Landim têm um perfil diferente das que estavam no clube, na visão do apresentador João Guilherme.

No programa A Última palavra, da FOX Sports, João Guilherme ressaltou o fato do perfil de Marcos Braz, vice-presidente de futebol, Paulo Pelaipe, gerente de futebol, e do treinador Abel Braga serem distintos dos escolhidos por Eduardo Bandeira de Mello, que presidiu o Fla de 2013 a 2018. Por isso, o apresentador supõe que a mudança de postura pode gerar resultados positivos no time.

A liderança em uma equipe de trabalho, quem comanda passa o estilo de trabalho para quem está abaixo, essa diretoria do Flamengo tem um estilo completamente diferente da gestão Bandeira no futebol. O Bandeira, até por um estilo próprio, com Rodrigo Caetano, Carlos Noval, eram pessoas com uma outra forma de agir, digamos um pouco mais suave -, disse o apresentador, que complementou citando o perfil de Landim e de seus escolhidos para gerir o Flamengo no triênio:

Rodolfo Landim, presidente e líder da equipe, até pela história de vida, de empreendedorismo, por toda trajetória profissional, é mais agressivo, digamos assim. Além disso, ele se cercou de pessoas como: Marcos Braz, que tem uma postura também mais enérgica, Paulo Pelaipe, que é um especialista em vestiários no futebol brasileiro e conhece tudo dos bastidores do futebol, Abel Braga, que é um cara com muito peso, então essa mudança de comando no Flamengo pode vir a fazer diferença ao longo da temporada, na hora da cobrança, do vamos ver -, concluiu.

Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo, recebeu muitas críticas por parte da torcida e da imprensa pela falta de troféus relevantes conquistados. Ao todo, o ex-mandatário venceu a Copa do Brasil, de 2013, e os Campeonatos Cariocas, de 2014 e 2017. Rodolfo Landim, que foi oposição na última eleição, se sagrou vitorioso no pleito com a promessa de fazer o Rubro-Negro voltar ao rumo dos títulos de expressão.

0 Comentários
Criação de sites e aplicativos para celular