Mesmo com concorrência árabe, Fla mantém conversas por Keno e está disposto a pagar US$ 6 milhões

Por: Igor Dorilêo e Venê Casagrande

Não é segredo que um dos principais focos do Flamengo no mercado de transferências é a contratação de atacantes de lado. Um dos nomes na mira é o de Keno, atualmente no Pyramids, do Egito. O clube carioca está disposto a pagar 6 milhões de dólares (cerca de R$ 22,5 milhões) por 70% do passe do atleta.

A proposta ainda não foi formalizada. Para isso acontecer, a diretoria rubro-negra aguarda uma conversa entre o empresário do jogador e o time egípcio. Residente na Itália, o representante já está no país para negociar uma eventual saída. Procurado pela reportagem, o agente não quis comentar a negociação.

Keno teve o nome aprovado pelo Centro de Inteligência e Mercado (CIM) do Fla. Porém, normalmente isso não significaria uma negociação incisiva, já que diversos jogadores passam pelo setor, mas no caso do atleta, o interesse já está a ponto de virar proposta, conforme apurado pelo Coluna do Flamengo.

Diretor geral do clube, Bruno Spindel é quem está à frente da negociação. A expectativa inicial é de entendimento entre o atleta e o Pyramids, para depois o negócio com o Flamengo andar. Como de praste, a diretoria rubro-negra não comenta negociações em andamento.

Apesar do interesse, o Flamengo conta com concorrência do mundo árabe, que ofertou 14 milhões de dólares (cerca de R$ 53 milhões). A aposta do time carioca para ter o atleta é a vontade do mesmo. Além disso, a proposta salarial não é alta, o que daria força ao Rubro-Negro na disputa.

Pyramids em situação financeira delicada

Após se destacar no Palmeiras, o jogador foi vendido por R$ 37 milhões e se juntou a outros brasileiros, como Rodriguinho, Carlos Eduardo, Ribamar e o técnico Alberto Valentim, hoje no Vasco da Gama. Entre os nomes citados, apenas o meio-campista ex-Corinthians não deixou a equipe, que passa por problemas financeiros

Isso tudo porque Turki Al-Sheikh, dono do Pyramids, decidiu retirar seus investimentos os do clube, resultando na venda dos principais atletas. O dono do time é presidente do Comitê Olímpico da Arábia Saudita e primo do princípe do país. A comrpra do Pyramids aconteceu no início do ano passado, com objetivo de rivalizar com os principais times do Egito.

Nesta sexta-feira (04), o Pyramids tem partida decisiva pelo Campeonato Egípcio e conta com Keno. A equipe do atacante brasileiro enfrenta o Al Ahly, time com qual possui uma das maiores rivalidades do país. Dada a importância do confronto, o resultado pode ter influência direta em uma eventual venda do atleta ao Flamengo.

5 Comentários
  • Nao entendo pq o fla nao volta suas atençoes para o keno e esquece de vez esse bruno henrique o keno é muito mais jogador e tenho certeza que se o fla for com a mesma proposta que fez pelo bruno o keno vem ai fechamos o melhor ataque do brasil

  • Criação de sites e aplicativos para celular