Conselho do Flamengo aprova captação de empréstimo de até R$ 190 milhões

FOTO: DIVULGAÇÃO

Em votação para a readequação do orçamento financeiro de 2019, o Conselho de Administração do Flamengo aprovou nesta quinta-feira (13) a captação de empréstimos de até  R$ 190 milhões para este ano. Boa parte da quantia é referente à antecipação do valor a ser recebido do Milan, da Itália, pela contratação do meia Lucas Paquetá.

A aprovação do empréstimo tem por finalidade fechar as contas de 2019, independentemente da quantia pela venda de jogadores. Vale lembrar que o valor previsto em caixa era de R$ 100 milhões, mas as contratações de atletas superaram a estimativa: atingiu R$ 120 milhões, além de perdas cambiais com o dinheiro a ser pago de Lucas Paquetá.

Com a readequação do orçamento financeiro, o Flamengo garante passar o ano sem a necessidade de negociar jogadores do elenco. A aprovação do pedido acontece após as contratações milionárias realizadas pelo clube da Gávea. Para a temporada, a diretoria trouxe Rodrigo Caio, De Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol (por empréstimo). Os atletas estão relacionados para o próximo jogo do clube, que será disputado nesta quinta (14), contra o Fluminense, pela semifinal da Taça Guanabara. A bola rola para as duas equipes às 20h30 (horário de Brasília), no Maracanã.

Veja também

  • B

  • Haha começaram

  • O Bandeira fazia empréstimos de 10, 20, 30 mi sobre o pretexto de fluxo de caixa mas tinha uma camisa de 90 mi. Agora, empréstimo de 190 mi é pra preocupar afinal não temos nem Master nem manga e o dinheiro gasto com reforços além de vir da administração passada excedeu o limite, pra não dizer que a garantia p o empréstimo é o dinheiro do Paquetá q tbm é fã administração passada. Preocupado!

  • Como um clube que estava com as dívidas equilibradas vai em 2 meses pega empréstimo de 190 milhoes

  • Já estou ficando preocupado com as dívidas e sem patrocínio master

  • E assim, o que vinha sendo a tônica do clube nos últimos anos, a redução da dívida que era astronômica até 2013, parece estar com os dias contados depois da chegada da nova diretoria: contratações que excederam o patamar financeiro previsto, autorização para um empréstimo muito mais alto do que se havia programado, uma folha salarial muito maior que a do ano anterior e ainda não entraram na conta as indenizações às familias das vítimas e aos garotos que sobreviveram e que sofrem com o trauma que viveram na noite do incêndio. Buscar títulos a qualquer preço não vale a pena. O Flamengo parece estar querendo voltar ao passado no que diz respeito a capacidade de se endividar.

Comentários não são permitidos.