Em quatro jogos, Gabigol ainda não desencantou; veja o tempo que os últimos centroavantes do Fla demoraram a marcar

 A grande expectativa de toda a torcida rubro-negra em cima da contratação de Gabigol ainda não foi correspondida. Com 27 gols marcados na temporada de 2018, defendendo a camisa do Santos, ele chegou ao Fla como uma nova promessa de goleador. O jogador já entrou em campo com a camisa do Flamengo quatro vezes e teve boas atuações, mas ainda não balançou as redes.

Gabigol tem a oportunidade de desencantar no próximo sábado (09), no clássico Fla-Flu, que define o finalista da Taça Guanabara. Seu antecessor na vaga, Paolo Guerrero, marcou seu primeiro gol com a camisa rubro-negra logo em sua estreia em 2015, na partida contra o Internacional, atual clube do peruano. O Mais Querido venceu o Colorado por 2 a 1. Guerrero deixou o Flamengo com uma marca de 43 gols.

Foto: Reprodução

Quem também marcou em sua estreia no Rubro-Negro foi Henrique Dourado, que chegava como o principal centroavante do rival, Fluminense. Ceifador balançou as redes no clássico contra o Botafogo em 2018, pela Taça Guanabara, na vitória de 3 a 1 sobre o alvinegro.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Sem alcançar as expectativas depositadas em cima de Dourado, Uribe chegou ao Rubro-Negro também em 2018 como outra opção de homem-gol no Fla. Diferente de Ceifador e Guerrero, ele precisou de quatro jogos para fazer seu gol de estreia, que foi contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro, na vitória de 4 a 1.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Veja também