Falta pouco: contra o AEK, Flamengo busca bicampeonato mundial de basquete

FOTO: DIVULGAÇÃO / FLAMENGO

Restam poucos minutos para o jogo decisivo. Hoje, o Flamengo troca o tradicional futebol para buscar novamente fazer história no Basquete. O Orgulho da Nação entra em quadra às 18h (horário de Brasília) deste domingo (17), na Arena Carioca 1, para enfrentar o AEK (GRE), campeão europeu, pela final da Copa Intercontinental da FIBA. Em caso de vitória, será o segundo título mundial conquistado pelo Rubro-Negro.

O CAMINHO ATÉ A DECISÃO

O primeiro passo em busca do bicampeonato foi iniciado na última sexta-feira (15). Atuando diante de sua torcida, na Arena Carioca 1, na Barra da Tijuca, a equipe comandada por Gustavo de Conti não tomou conhecimento do Austin Spurs, filial do San Antonio Spurs na liga de desenvolvimento da NBA, e venceu com muita autoridade, pelo placar de 90 a 58, pela semifinal do torneio.

O AEK também não teve dificuldades pela outra chave da semifinal. Os gregos enfrentaram o San Lorenzo, da Argentina, campeão da Liga das Américas em 2018, e conseguiram uma vitória de destaque, por 86 a 64, em jogo também disputado na Arena Carioca 1. Delrouy James e Dusan Sakota foram os cestinhas, com 15 pontos cada um, pelo lado do AEK . A torcida grega compareceu em bom número e empurrou o time à vitória.

VAREJÃO E MARQUINHOS PROJETAM O DUELO DECISIVO

Um dos atletas mais gabaritados do continente, Anderson Varejão tratou a final do Mundial como uma “guerra”, diante de uma das equipes mais fortes da Europa. Ainda na véspera da decisão, o pivô disse estar preparado para o embate, mas não escondeu o “frio na barriga” antes da disputa.

– Frio na barriga sempre vai ter. Quando não tiver mais, vou parar, perdeu a graça. A melhor resposta é que estamos preparados. Entra a experiência, você compara o que já viveu. Sei do meu potencial, da equipe, acreditamos um no outro. Sabemos que vai ser uma guerra domingo e estamos preparados para ela.

Marquinhos, um dos destaques da equipe da Gávea, ao lado de Franco Balbi, no confronto diante do Austin Spurs, projetou o duelo decisivo e, apesar da superioridade teórica do adversário, enxergou o Rubro-Negro com totais chances de conquistar o bicampeonato.

— Vamos correr para cima deles, tentar dominar os rebotes, para controlar a partida. Não é fácil. Mas contamos com o apoio da arena no domingo. É uma data importante. Uma possibilidade de bicampeonato mundial. O nosso momento é bom e temos condições de vencer a equipe do AEK.

ATLETAS RELACIONADOS POR GUSTAVINHO PARA A FINAL

Armadores: Franco Balbi e Davi Rossetto
Alas-armadores: Deryk Ramos e Kevin Crescenzi
Alas: Jhonatan Luz, Marquinhos e Aieser
Alas-pivôs: Olivinha e David Nesbitt
Pivôs: Rafael Mineiro, Anderson Varejão e Ruan

Veja também

  • Por favor pessoal!! Chega de deboches com o Flamengo!! Este torneio intercontinental de basquete não tem nada de mundial. A NBA, por exemplo, é muito mais forte que esses times que estão participando deste torneio. Beira a INSANIDADE dizer que se trata de mundial.

Comentários não são permitidos.