Com três gols sofridos em pênaltis, aproveitamento de César impressiona no Flamengo

Haja coração! Em cenário semelhante ao da semifinal contra o Fluminense, o Flamengo utilizou-se da raça como ponto forte para encontrar o gol que o levou ao triunfo da Taça Rio. O Rubro-Negro precisou de 93 minutos para mudar a história do Clássico dos Milhões. Em desvantagem no placar, com time alternativo e contando apenas com revelações da base no banco de reservas, o Fla se lançou com tudo o que podia para tentar o empate. Já nos acréscimos, a bola saiu dos pés de Bill e encontrou a cabeça do uruguaio Arrascaeta, terminando, assim, dentro do gol cruzmaltino. Com o empate, a decisão seria resolvida nas penalidades.

Foi justamente na disputa de pênaltis que um nome em específico se destacou: César. O goleiro revelado pelo Flamengo fez história mais uma vez. Pouco exigido durante o tempo regulamentar, o camisa 37 foi fundamental nas penalidades para garantir o título ao Rubro-Negro. Entre as três cobranças desperdiçadas pelo Vasco, uma foi defendida pelo goleiro. Vale destacar que, desde que subiu ao profissional, o goleiro foi testado em oito cobranças de pênaltis e apenas três foram convertidas. Os números comprovam a importância do jogador para o elenco.

Agora o compromisso é outro. O Flamengo retorna aos gramados na próxima quarta-feira (3) para o confronto contra o Peñarol, em partida válida pela fase de grupos da Libertadores. O Rubro-Negro é o líder do grupo com 100% de aproveitamento. A bola está prevista para rolar às 21h30 (horário de Brasília).

Veja também

  • Olha oq o cara falou do D. Alves kkkkkk

  • Cesar teria que continuar como titular . como sempre o flamengo é injusto com crias da casa. d. alves alem de nao ter carater nao é e pelo jeito nunca sera melhor do que ele. se quiser ser titular ,Cesar terá que seguir o caminho de paulo vitor e lomba

    • Que preguiça de responder a isso…

      • Kkkkkkkk

  • César ficou pronto e é um reserva à altura de Diego Alves.
    Outro destaque positivo foi Vinícius, o garoto que entrou no segundo tempo. Tem jeito de bom de bola. Alto, bem ao estilo Geraldo “assoviador”, ainda tem este aspecto a ser explorado.

  • Ave César! Nosso orgulho! Parabéns garotada, não foram bons, foram excelentes!

Comentários não são permitidos.