Empresa entra com ação e cobra mais R$ 1 milhão do Flamengo por venda de Vizeu à Udinese

FOTO: DIVULGAÇÃO

A empresa HW Sports Management Eirelli entrou nesta terça (02) com uma ação na justiça contra o Flamengo para receber 10% das duas primeiras parcelas referentes ao pagamento da Udinese, da Itália, pela contratação de Felipe Vizeu. Antigo detentor de parte dos direitos econômicos do atleta, a HW e o clube da Gávea tem reunião marcada para esta quarta-feira (03), às 16h (horário de Brasília), no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. A informação foi publicada pelo Globoesporte.com.

O clube italiano acertou a compra de Vizeu, hoje emprestado ao Grêmio, por 6,5 milhões de dólares, divididos em cinco parcelas. As duas primeiras, de 1,5 milhão de dólares, foram pagas em 30 de setembro de 2018 e 31 de dezembro de 2018. Com isso, a empresa cobra ao Fla cerca de R$ 1,2 milhão, que incluem também juros de 1% por mês e correção monetária pelo atraso no pagamento.

As últimas três parcelas da quantia a ser paga pela Udinese estão distribuídas da seguinte maneira: duas parcelas de 1,5 milhão de dólares serão depositados em 30 de setembro de 2019 e 31 de dezembro de 2019. A última prestação, de R$ 500 mil, será quitada em 30 de setembro de 2020. O Flamengo informou ao Globo Esporte, por meio de sua assessoria, que irá aguardar a decisão da justiça.

Veja também

  • Vasco, Botafogo e Flu Flu são lobos em pele de cordeiro. Abre os olhos diretoria.

  • O FLAMENGO tem que sair fora dessa conversa fiada de parceria com os inimigos para fazer a gestão do elefante branco. Os três quebrados sabem que o FLA está bem financeiramente e vão querer se aproveitar disso. Está escrito no para choque da carreta ” MANTENHA DISTÂNCIA”.

    • Esqueçam que o Maracana será dirigido apenas pelo flamengo. Pro governo, isso seria perca de voto. Acredito muito que sairá para os quatros grandes administrar. Acho até mais justo. É estádio do povo e ao povo tem que ser entregue.

Comentários não são permitidos.