Landim e Abad entregam proposta de administração conjunta do Maracanã ao governo do Rio

Na manhã desta quinta-feira (04), os presidentes do Flamengo e Fluminense, Rodolfo Landim e Pedro Abad, foram até o Palácio da Guanabara para entregar uma proposta de administração conjunta do Maracanã, elaborada pelos dois clubes. Uma carta ao governador do Estado, Wilson Witzel, foi entregue. Entretanto, ele não está no Brasil e não pôde receber a proposta.

Juntos, os dois presidentes deixaram o local e falaram com a imprensa na saída. Pedro Abad caracterizou a situação como um momento histórico e destacou a harmonia do acerto entre os dois rivais dentro de campo.

— É um momento histórico que estamos vivendo. O Governo do Estado permitiu aos clubes agora, em conjunto, gerir o estádio sem a presença de intermediários, que sempre dificultaram a nossa vida e também a do Flamengo. Mais histórico ainda são duas instituições centenárias que deixaram, por um momento, o campo de lado e foram capazes de se acertar com harmonia, justiça e racionalidade, para serem capazes de entregar uma proposta em conjunto para administrar o estádio – disse o presidente tricolor.

Rodolfo Landim elogiou o convite feito pelo Estado aos clubes para poderem, juntos, estarem cientes do que será feito no Maracanã que, de acordo com ele, é muito importante para o Rio.

— O que eu queria reforçar, em primeiro lugar, é o fato de o Governo do Estado estar convidando os clubes a poderem participar desta gestão do estádio. Na verdade, o Maracanã é muito importante para o Rio de Janeiro. Os torcedores, que são quem frequentam o Maracanã, sempre tiveram a expectativa de ter os clubes à frente desse processo, sem intermediários. A atitude do governador é histórica e louvável – disse Landim.

O presidente do Flamengo aproveitou também para reforçar o que já havia sido dito pelo presidente do clube das Laranjeiras, destacando a importância da união da dupla Fla-Flu para a administração do Mário Filho.

— Também quero reforçar as palavras do Abad. O objetivo é fazer isso de forma harmônica, com a possibilidade de participação de todos os clubes. O objetivo não é que somente Flamengo e Fluminense joguem lá. Mas que todos possam fazer isso, de uma forma melhor e mais barata. Além disso, é um pleito para que o Maracanã continue aberto a shows e eventos, mas tendo o futebol como prioridade – ressaltou.

Veja também

  • Sei não viu, único time que enche o Maracanã é o Flamengo, esses outros times do Rio não estão dando conta de administrar nem os próprios clubes, vão dar conta de administrar o estádio? Tem que elaborar um contrato muito bem detalhado e amarrado, com estipulação de cláusula para resguardar que o ônus da administração não caia somente em cima do Flamengo.

  • Legal parabéns aos clubes e aos seus presidentes

Comentários não são permitidos.