Três jogadores do Flamengo disputam prêmio de líder em assistências do Carioca

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo se prepara para enfrentar o Vasco da Gama, no próximo domingo (21), pelo segundo jogo da final do Campeonato Carioca. Mas, assim como o título, o Rubro-Negro tem a oportunidade de obter, além do artilheiro do torneio, quem mais deu assistências para gols na competição.

Isso porque, o Flamengo tem três jogadores brigando pelo posto de “maior garçom” do Campeonato Estadual: Bruno Henrique, Éverton Ribeiro e Renê. Porém, o líder no quesito, ao lado do camisa 27 rubro-negro, é Everaldo, atacante do Fluminense, com 4 assistências em 13 jogos disputados.

O jogador do Fluminense, que tem média de 0.3 assistência por jogo, deu, ao todo, 25 passes para finalizações, com média de 1.9. Bruno Henrique, por sua vez, tem o mesmo número de assistências para gols, quatro, sendo que são dois jogos a menos disputados: 11, tendo média de 0.4, superior a de Everaldo.

Everton Ribeiro, que disputou 11 jogos nesta competição, tem três passes para gols, com média de 0.3, enquanto o lateral-esquerdo Renê entrou em campo em 12 oportunidades e deu três assistências, tendo a mesma média que Ribeiro.

Vale ressaltar, no entanto, que a média de passes para finalizações de Everton Ribeiro é superior a todos. O jogador deu 28 passes para seus companheiros finalizarem, ou seja, tem média de 2.5 por partida.

Com exceção de Bruno Henrique, que levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso, Everton Ribeiro e Renê estarão em campo no próximo domingo (21), para enfrentar o Vasco. A partida, que será disputada no Maracanã, vai ter início às 16h (horário de Brasília).

3 Comentários
  • Rene esta caminhando para ser o LATERAL ESQUERDO BOLA DE OURO PELO SEGUNDO ANO CONSECUTIVO, ano passado ganhou o premio de melhor lateral esquerdo do Brasil com sobras, hoje boa parte da torcida reconhece seu valor.

  • Discordo. Apesar do bom trabalho defensivo contra times medianos (a despeito dos grandes times que enfrentaremos no Brasileirão e na reta final da Liberta), Renê erra muito e volta demais a bola. A lateral esquerda é muito mais problemática que a direita. Tomara que os grandes adversários não enxerguem isso.

  • Criação de sites e aplicativos para celular