VP Geral do Fla nega veto à “festa na favela” e afirma: “É babaquice de quem não tem o que fazer”

Por meio de notícia publicada neste sábado (20) pelo jornal Extra, a conhecida frase “festa na favela” estaria vetada das redes sociais do Flamengo. No entanto, o Vice Presidente Geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee, negou que a expressão, de fato, esteja proibida de ser usada. A confirmação veio por meio do Twitter.

Somos todos FAVELA!! Claro que somos! O Flamengo é o clube mais popular do mundo. Nossa força está nas favelas e nas comunidades menos favorecidas. O Flamengo tem plena convicção de suas raízes e do espaço que ocupa. O resto é babaquice de quem não tem o que fazer. Foco no jogo!!!“, publicou em sua rede social. Veja:

O Flamengo, por meio das redes sociais e site, também negou que a citação esteja vedada. Veja a nota oficial:

“É mentira o veto à expressão “festa na favela”. Há quanto tempo não se lia a palavra favela nos jornais do Grupo O Globo?

Certamente há muito tempo .

Não somente nos jornais do referido grupo, como também na grande maioria dos veículos de comunicação e nos comunicados de empresas/instituições.

Já tem tempo que favela não é mais uma palavra utilizada na comunicação institucional.

Estranhamente, neste sábado, o jornal Extra faz uma matéria sobre o Flamengo com a expressão “festa na favela” sendo apresentada num contexto parcial e tendencioso, numa clara tentativa de se criar um possível constrangimento com a torcida um dia antes da decisão do Campeonato Carioca.

Coincidentemente a mesma tentativa que foi feita pouco tempo antes da decisão da Taça Rio, quando se deu um enorme destaque à “demissão de um psicólogo“. O porquê disto? Só o veículo para responder.

A matéria, ao pegar parte de uma conversa de profissionais do clube – que deveria ser restrita a eles – tenta passar a ideia que “existe um veto“ na utilização da expressão “festa na favela”. Não é verdade.

O fato é que um canto alegre e contagiante da torcida não necessariamente precisa ser a melhor maneira para a comunicação da Instituição

Não usá-la regularmente na comunicação Institucional não significa nenhum veto ao termo ou desvalorização de uma tradição da torcida.

Esta é a verdade. Nada mais que isto.

Na realidade mais que palavras ou promessas, o Flamengo de hoje se mostra cada vez mais forte, inclusivo, praticando preços altamente populares, trazendo o seu torcedor de volta ao Maracanã e tendo, disparado, os maiores públicos do futebol brasileiro neste ano.

Para a tristeza daqueles que apostaram no contrário”.

Veja também

  • Uma bela resposta para uma insinuação maldosa. Quando a mentira e a irresponsabilidade começam a ter mais espaço e crédito do que a coerência e a verdade, significa que a cada dia menos pode se esperar do ser humano. É por essas e outras que muitos hoje em dia preferem ter um cachorro ou um sapo como amigo. Tá difícil de aturar certas coisas.
    Flamengo sempre foi povão, e sempre será, a despeito dessa racinha maldita que infesta a mídia.

  • Essa turma do Grupo o Globo age da forma faça o que falo e não faça o que faço. Cambada de abutres se acham o poder do País, cria mentiras, usa a mídia para denegrir e difamar como fosse isso jornalismo. Vergonha.

  • Esses pelas sacos fica aí inventando mentiras,um dia antes da final pra falar merda,a vão se fuder jornal de bosta, globo merda isso aqui é Flamengo porra

  • A nota vai desmentir e confirma!
    A assessoria de imprensa sofre de analfabetismo funcional?
    #festanafavela

    • É num babaca msm esse diretor. #festanafavela

    • Amigos essa turma do Grupo o Globo usam o Slogan Comunidade e não favela, mas se outros não a usarem diz ser discriminação. Ah! Esses abutres tem que se ferrarem.

  • Quando é que as organizações Globo lixo vão aprender que : AQUI É FLAMENGO

Comentários não são permitidos.