Piris destaca mudança no posicionamento de Arão com Marcelo Salles no comando do Flamengo

O Flamengo tem vivido dias de mudança em sua comissão técnica. Isso porque, Abel Braga pediu demissão na última semana, e Marcelo Salles assumiu o comando interinamente. Porém, o Rubro-Negro já contratou Jorge Jesus para ser o treinador da equipe, mas o português assumirá apenas no dia 20 de junho, após o retorno dos jogadores da folga de 7 dias que terão depois do jogo contra o CSA.

Com Marcelo Salles no comando do Flamengo, o time ainda não foi vazado. Foram dois jogos, contra Fortaleza (2×0) e Corinthians (1×0), e três gols feitos e nenhum sofrido. Piris da Motta, em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (07), falou sobre o assunto e apontou a mudança de posicionamento de Willian Arão como o diferencial para o que vinha sendo trabalho pelo ex-técnico Abel Braga.

Acho que cada professor que chega faz coisas diferentes. Com Marcelo, ele quer um time com Arão ficando um pouco mais (na defesa). Essa é a diferença maior do professor para o Abel -, disse o volante.

Anteriormente, com Abel Braga no comando, Willian Arão vinha recebendo muitas críticas de parte da torcida, justamente por atuar como meia-atacante e, muitas vezes, abandonando a posição de segundo volante. Com Salles, o jogador atua mais fixo ao lado do primeiro volante, ajudando assim proteção do setor defensivo, que vinha sofrendo gols em quase todas as partidas.

Piris da Motta será titular na partida deste domingo (09), contra o Fluminense, pois Cuéllar, dono da posição, está com a seleção colombiana se preparando para a disputa da Copa América. O Fla x Flu terá início às 19h (horário de Brasília) e vai ser disputado no estádio do Maracanã. O confronto é válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também