Jogadores do Flamengo têm boa aceitação às cobranças de Jorge Jesus

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo está em fase final de preparação visando o restante da temporada. Os jogadores do clube estão buscando se adaptar o mais rápido possível às novas filosofias impostas pelo treinador Jorge Jesus, que tem sido bastante exigente neste início de trajetória no Rubro-Negro. Porém, embora não poupe palavras e não meça o tom de voz, as cobranças do comandante português estão sendo bem aceitas pelos atletas.

Além de Jorge Jesus, João de Deus, principal auxiliar técnico do treinador, também tem um estilo enérgico, semelhante ao do comandante. A informação é do site Globoesporte.com. A aceitação e os relatos têm sido favoráveis a Jesus, pelo menos em um primeiro momento.

Isso porque, este estilo exigente e detalhista de Jorge Jesus já causou problemas de relacionamento em outras oportunidades. No Flamengo, porém, os jogadores entendem como sendo diferente do senso comum, mas não estão vendo como problema.

Há relatos ainda de que a vida social dos atletas foi reduzida, pois eles preferem descansar e se recuperar em casa das atividades comandadas pelo treinador. Alguns treinamentos acontecem em dois períodos, tanto de manhã quanto à noite, e é comum que o elenco deixe o Ninho do Urubu apenas por volta das 19h.

Na próxima semana os campeonatos retornam e há a expectativa de como serão os treinamentos a partir de então. A tendência é que sejam menos intensos, além de durarem menos tempo. Na próxima quarta-feira (10), Flamengo e Athletico-PR se enfrentam, pelo primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil. A partida será na Arena da Baixada e está marcada para ter início às 21h30 (horário de Brasília). O segundo e decisivo confronto acontecerá no próximo dia 17, no Maracanã.

Veja também

  • vivemos neste momento UM SONHO mas, a partir de quarta acaba o sonho e começa a realidade, abel foi expulso do mengão por todos diretoria e imprensa, com 67,8% e campeao carioca, primeiro no grup D e semi final da copa b. o mínimo que o jj TEM DE ENTREGAR é campeão daaa cop b ou liberta, e uns dos primeiros lugares no br, o resto abaixo disso, foi um erro enorme trazer o portuga, quanto aos problemas de relacionamentos, ele os teve EM TODOS OS CLUBES QUE PASSOU, no fla não será diferente, aguarde

    • Fala d+ quer botar problema aonde não tem tá com saudades do Abel?

      • numeros são numeros nunca gostei do abel, mas, seus resultados foram BONS agora ABEL ACABOU ESTÁ FORA, todavia a RESPONSABILIDADE ESTÁ COM JJ agora pelos numeros que o time apresentou ele o famoso JJ tem a obrigação de entregar NÚMEROS MELHORES, quanto ao problema, não quero por nenhum, mas, conheço o jorge não do brasil, mas de Portugal quando lá estive e ele treinava o benfica, problemas de relacionamento ele tem sim, sempre teve.

        • Abel “se demitiu” pelas declarações dele, que na época pegaram muito mau com a torcida. Torcedor é passional, na maioria da vezes não pensa com razão e sim com o “coração”. Daí o técnico fica enaltecendo estádio de rival, etc Resultado, Bye Bye!
          Não estou dizendo que é o correto, mas, foi isso que vi acontecer.

          • Exatamente. Acho que o Abel encheu o saco do ambiente do Flamengo, a torcida sempre pegou muito no pé dele por algumas decisões. Tanto que se você for ver as entrevistas dele em janeiro, fevereiro, era outra coisa, outro discurso, parecia ter muita vontade de ser campeão de jogar com sangue nos olhos. Enfim, essa experiência mostrou que ele não é treinador para o Flamengo. Não tô dizendo que ele é um treinador ruim, isso cada um julga por si mesmo, mas o perfil dele não combinou com o do Flamengo e a experiência foi ruim pra todo mundo.

  • Quando se fala que a imprensa Brasileira é uma das culpadas da decadência do nosso futebol e da nossa política eles ficam P…da vida.
    Uma pessoa que vive de informações do futebol, faz um comentário deste é contra a evolução nosso futebol…Vc o Bucéfalo é quem deveria deixar o país, vergonha jornalística!!!!

  • “Esse grupo não tem medo de trabalhar” Ribas, Diego.

    • Precisamos ter paciência nessa hora, nenhum esquema tático ou método de treinamento surte efeito de imediato, talvez derrapemos algumas vezes, precisa de tempo para a coisa funcionar de verdade, talvez só ano que vem as coisas comecem a funcionar.

      • Concordo e será um experiência própria dos jogadores.

  • Agora veremos um time bem preparado fisicamente, com um padrão de jogo independente das peças, marcando forte e com fome de títulos, se não ganhar agora não ganha mais.

Comentários não são permitidos.