Tite dará nova chance a Lucas Paquetá, ex-Flamengo, contra a Argentina?

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Até agora o Brasil de Tite não jogou bulhufas nesta Copa América. Contra a Argentina, a Verde e Amarela tem uma nova chance de vencer, convencer e fazer com que o torcedor esqueça as quatro primeiras partidas. Lucas Paquetá finalmente entrou em campo, mas atuou apenas sete minutos do jogo contra o Paraguai. Será que o ex-flamenguista ganha uma nova chance? Confira abaixo os prognósticos, de acordo com o Oddsshark.com.

Histórico

O Brasil leva vantagem sobre a Argentina no cara a cara histórico. O primeiro embate foi realizado em 1914 e terminou em 3 a 0 a favor dos de azul e branco. De lá para cá, os brasileiros venceram 45, contra 39 dos argentinos, além de 26 empates.

O último encontro foi em 2018 e terminou 1 a 0 para nós. A peleja foi válida pelo Superclássico das Américas.

Considerando apenas duelos por Copas América, o último jogo foi em 2007 e terminou 3 a 0 para o Brasil.

Brasil x Argentina

O Brasil jogou mal contra a Bolívia, contra a Venezuela e contra o Paraguai. Seu único momento de algum encanto foi contra o fraco Peru e goleamos por 5 a 0. A favor da Seleção Pentacampeã do Mundo teremos a torcida e o mando de campo. É pouco, porém.

A Argentina tampouco é elogiada. Derrotada pela Colômbia na estreia, Messi e companhia empataram com o Paraguai e engataram duas vitórias seguidas, diante de Catar e Venezuela. A Albiceleste vem numa boa ascendente.

Falta ao Brasil inspiração. Se Tite optou por deixar Vinícius Júnior de fora da lista de convocados, ele ainda pode contar com o talento de Lucas Paquetá. É uma das poucas esperanças que temos para a equipe jogar mais futebol.

Possíveis escalações:

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho; Everton, Roberto Firmino e Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

Argentina: Franco Armani; Juan Foyth, Germán Pezzella, Nicolás Otamendi e Nicolás Tagliafico; Rodrigo de Paul, Leandro Paredes e Marcos Acuña; Lionel Messi, Lautaro Martínez e Sergio Agüero. Técnico: Lionel Scaloni.

Palpite

Apesar de sempre considerarmos o Brasil favorito nos jogos anteriores, o que se tem visto é decepção seguida por nova decepção. Com tanto jogo sem gols neste torneio, não duvido que este clássico termine 0 a 0 e que tenhamos pênaltis. Neste caso, ganharei R$ 3,97 / 1 no moneyline e R$ 7,35 / 1 no placar exato. A vitória brasileira está cotada a R$ 1,81 / 1 e a zebra argentina a R$ 4,61 / 1.

Outras possibilidades de apostas (segundo o Spin Sports):

Placar exato: Brasil 1 a 0: R$ 5,48 / 1.

Placar exato: Argentina 1 a 0: R$ 10,24 / 1.

Placar exato: 0 a 0: R$ 7,35 / 1.

Hipótese dupla: Brasil ou empate: R$ 1,19 / 1.

Hipótese dupla: Argentina ou empate: R$ 2,05 para 1.

Hipótese dupla: um vencedor: R$ 1,32 para 1.

Intervalo / Final do jogo: Empate – Brasil: R$ 4,39 / 1.

Intervalo / Final do jogo: Brasil – Argentina: R$ 46,64 / 1.

Intervalo / Final do jogo: Argentina- Brasil: R$ 27,69 / 1.

Intervalo / Final do jogo: Empate – Argentina: R$ 9,53 / 1.

Teremos mais de 2,5 gols no jogo? Sim, R$ 2,36 / 1; ou não R$ 1,60 / 1.

Ambas as equipes marcam gols? Se sim, paga-se R$ 2,15 / 1; ou não, R$ 1,64 / 1.

Empate anula a aposta: Brasil, R$ 1,30 / 1; Argentina, R$ 3,40 / 1.

A Argentina vence por 1 gol de diferença? Se sim, paga-se R$ 4,90 / 1.

O Brasil vence por 1 gol de diferença? Se sim, paga-se R$ 3,10 / 1.

Par ou ímpar? Paga-se R$ 1,94 / 1 para ímpar ou R$ 1,86 / 1 para par.

Quem se classifica? Brasil, R$ 1,40 / 1; ou Argentina, R$ 2,75 / 1.

Clique neste link do Oddsshark.com para mais informações.

Classificação da 1ª fase:

Grupo A:

1º Brasil – 7 – Quartas de final.

2º Venezuela – 5 – Quartas de final.

3º Peru – 4 – Quartas de final.

4º Bolívia – 0

Grupo B:

1º Colômbia – 9 – Quartas de final.

2º Argentina – 4 – Quartas de final.

3º Paraguai – 2 – Quartas de final.

4º Catar – 1

Grupo C:

1º Uruguai – 7 – Quartas de final.

2º Chile – 6 – Quartas de final.

3º Japão – 2

4º Equador – 1

Quartas de Final:

Quinta-feira, 27 de junho:

Brasil 0x0 Paraguai (R$ 7,51)

Sexta-feira, 28 de junho:

Venezuela 0x2 Argentina (R$ 1,56)

Colômbia 0x0 Chile (R$ 3,11)

Sábado, 29 de junho:

Uruguai 0x0 Peru (R$ 3,50)

Semifinais:

Terça-feira, 02 de julho:

21h30: (R$ 1,81) Brasil x Argentina (R$ 4,61) (Empate R$ 3,97)

Quarta-feira, 03 de julho:

21h30: (R$ 2,00) Chile x Peru (R$ 4,59) (Empate R$ 3,06)

Apostas Futuras (Outrights) pelo título:

1º Brasil – R$ 1,76 / 1.

2º Chile – R$ 4,52 / 1.

3º Argentina – R$ 4,72 / 1.

4º Peru – R$ 9,60 / 1.

Veja também

  • O histórico condiz com a realidade de cada momento ou de cada época de cada um se formos analisar o hoje, vai ser zero a zero pois as duas não estão jogando nada, quanto ao Paquetá eu acho que ele não vai dar nova chance a ele e se der vai ser novamente seis minutos eu espero que ele não dê para que ele não venha ser ó bode expiatório desta caótica seleção.

    • boa análise fernando.
      acredito que dê brasil pq o time da argentina é uma peneira taticamente, entretanto por ser o maior clássico e pelo momento ruim do ataque das duas, zero a zero é um dos resultados mais prováveis.

Comentários não são permitidos.