PVC exalta dupla de ataque formada por Bruno Henrique e Gabigol: “Um complementa o outro”

O Flamengo tem feito alto investimento no elenco. Para a atual temporada, o Rubro-Negro fizera nove contratações. Duas delas tem dado o que falar: Bruno Henrique e Gabriel Barbosa. A dupla foi responsável por participar de 58 gols do Fla em 2019. Por isso, o jornalista Paulo Vinícius Coelho exaltou o poderio dos atacantes.

Bruno Henrique marcou 18 gols e deu 10 assistências na temporada, enquanto que Gabriel Barbosa balançou as redes 24 vezes e deu seis passes para seus companheiros marcarem. No programa Expediente Futebol, PVC, como também é conhecido, elogiou os jogadores e ressaltou que há muito tempo o futebol brasileiro não tinha um clube atuando com dois atacantes, como Jorge Jesus tem feito com o Rubro-Negro.

Da maneira que Jorge Jesus está escalando os dois como atacantes de mobilidade, pela capacidade de um complementar o outro, porque o Gabriel tem 24 gols no ano, e o Bruno Henrique tem 18, mas são 13 gols em que ele fez ponto para o Flamengo, ou seja, gol de 1 a 0, 1 a 1, 2 a 1. É muito gol decisivo. Há muito tempo o Flamengo, e o futebol brasileiro, não tinha uma dupla de ataque, que faz tabelinha -, disse, antes de prosseguir:

Hoje, Gabriel e Bruno Henrique são, de fato, uma dupla. Eles se juntam. O fato de ser uma dupla já é novidade no futebol brasileiro dos últimos dez anos, pois não tem tido dupla, tem tido atacantes fixos -, finalizou Paulo Vinícius Coelho.

A escalação de Gabigol e Bruno Henrique para a partida deste domingo (25), contra o Ceará, no Castelão, ainda não está confirmada. Isso porque, Jorge Jesus estuda poupar até cinco atletas neste confronto, que terá início às 19h (horário de Brasília), visando o segundo e decisivo jogo das quartas de final da Copa Conmebol Libertadores, que será na próxima quarta (28), no Beira Rio, em Porto Alegre.

Veja também

  • Teve a dupla formada por adriano imperador e vagner love

  • Até que enfim temos um time aleluia chega de M.Araujo, Walter minhoca……..

  • Coloca a molecada pra jogar. Quase que demos um couro no São Paulo fora de casa jogando com quase todo o time oriundo da base. O esquema tem que ser o mesmo, mas JJ tem que achar outros jogadores capazes de cumprir o esquema e substituir bem os titulares. Acho uma boa chance de dar rodagem a esses moleques, principalmente a Victor Gabriel, que pode ser o “9” que ele tanto deseja. Sem por o garoto pra jogar, como saber se ele será útil ou não? Põe alguns titulares pra ficar no banco, pra se a coisa complicar, mas entra com os garotos. Hugo Moura, o Lucas, Victor Gabriel, Lincoln, poupa os laterais, entra com Thuler e RCaio, pra dar um descanso a Marí, coloca o César pra jogar, e já que não joga na quarta feira, deixa o Arão em campo os 90 minutos. Tem como armar um bom time, e descansa os titulares pro jogo da nossa vida, na quarta que vem. Boa sorte ao JJ!

  • Temos que ter consciência que ainda temos 90 minutos no Beira Rio, cautela e canja de galinha não faz mau a ninguém, nosso Mengão vai na humildade e vamos rumo as semi finais da Liberta. SRN.

  • Calma Nação. Não tem nada ganho. Pés no chão. SRN

Comentários não são permitidos.