Projeto de eSports do Flamengo pode ser encerrado em caso de novo fracasso no CBLoL

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Flamengo poderá encerrar o projeto de eSports, criado em 2017 na gestão de Eduardo Bandeira de Mello, presidente em exercício à época. A incerteza sobre a permanência da modalidade no clube está atrelada aos recentes fracassos da equipe de League Of Legends em decisões do CBLoL. Diante disso, uma nova derrota em final pode determinar o fim do LoL no Rubro-Negro.

A informação foi divulgada inicialmente pelo “SporTV“. A grande dúvida sobre o futuro do projeto no Fla entra em pauta às vésperas da decisão do 2° Split do CBLoL, que está marcada para acontecer neste sábado (07), contra a INTZ, na Arena da Barra, no Rio de Janeiro. Desde o início da modalidade, foram três derrotas consecutivas em finais, com duas delas acontecendo na primeira divisão.

Ainda segundo o veículo, que ouviu algumas fontes nos bastidores do clube, somente um título inédito do CBLoL – principal campeonato de eSports do Brasil -, poderia dar sobrevida à modalidade. O que se sabe até então é que ainda não existe conversas para a continuidade do projeto e renovação com os jogadores, que têm seus contratos expirados no próximo dia 18 de novembro.

Em contato com a reportagem do Coluna do Fla no início de 2019, o ex-Vice Presidente de Marketing do Flamengo, Daniel Orlean, que foi o responsável por trazer a modalidade de eSports para o clube, se posicionou positivamente acerca do projeto, ressaltando a sua importância para o crescimento da torcida:

O projeto foi apresentado em todas as instâncias cabíveis do clube e foi aprovado por unanimidade. Eu tive a honra de apresentar esse projeto para o Conselho de Administração, no qual tinha pessoas de todos os grupos políticos. O projeto foi aprovado por unanimidade porque ele tinha fundamento, visão de futuro e visão financeira, trazia alavancas para o crescimento da nossa torcida e da aproximação com os jovens. O projeto seguiu todo o caminho que precisava seguir. Eu lutei muito por isso, mesmo recebendo críticas de alas mais conservadoras. Os esportes eletrônicos não brigam com o futebol. Os dois conversam para trazer mais oportunidades à Nação -, disse Orlean em contato recente com a reportagem.

  • Tenho 48 anos e conheci o esporte eletrônico do Fla através dos meus filhos. Sempre acompanho o Fla em qualquer modalidade que seja e com o lol que e a abreviação do jogo league of legends não foi diferente . Hoje em dia fico ansioso pelo dia do jogo e muito legal.

  • O esporte eletrônico esta crescendo, tanto que hoje a maior torcida é do flamengo, sendo assim o flamengo se torna uma referência, tomara que as pessoas a frente do flamengo, tenham uma visão do futuro. Além do mais esta noticia não ajuda em nada a final, só.coloca mais pressão nos.jogadores.

  • O time do Flamengo de lol agregou muitos torcedores, sou flamenguista desde criança, mas tenho amigos que jogam lol, que nunca tiveram um time definido, com a ida do Flamengo pro Esporte passaram a vestir o manto, e isso aconteceu com outros milhares, sem contar que o Flamengo no Cb lol tem patrocinadores de peso como a Samsung e a Picpay empresas billionarias… dos 4 campeonatos que disputou chegou na final dos 4, quando se fala de flamengo no cblol eé unanimidade entre os especialistas que é o melhor time do momento

  • Esse time é um sucesso, é considerado o melhor do país é auto-suficiente e é gerido por profissionais da área não gera custo nem trabalho pro clube e ainda atinge um público muito grande e diferente do futebol principalmente crianças e jovens. Conheço inclusive torcedores de outros times de futebol que torcem pro Fla no LoL

  • Considerar um time que domina o cenário de League of Legends desde o seu surgimento como um fracasso é errado, os títulos não vieram ainda mais o futebol também não anda ganhando tudo e nem por isso querem fechar.

  • O time de eSports do Flamengo desde seu surgimento, tem 100% de participações em finais.
    Tem patrocínios pesados que só surgiram por este setor, como a Sansung Gaming, Twitch, entre outros.
    A premiação em torneios internacionais é bem maior que a de 2 copas do brasil somadas, e isso é somente no league of Legends.
    no Dota 2 existe um evento anual chamado de The International, uma espécie de copa do mundo. Sua premiação hoje em dia chega no mínimo a 50 milhões de dólares ao campeão. Sabem o quanto é isso? é mais que qualquer premiação que o clube pode receber por um título, nada paga tão alto por uma conquista.
    Se acabarem com o setor de eSports, a diretoria vai se mostrar arcaica, ultrapassada, e acima de tudo, irá sofrer uma ENORME quantidade de hate por parte da torcida. Não são poucos que acompanham o time de eSports do Flamengo. É a modalidade que mais cresce em engajamento no clube.
    Pensem um pouco antes de falarem que LoL não é esporte. Pois ele sozinho paga mais premiação que muitos times de futebol recebem no ano. Fora que a equipe é autossustentável.

  • Qual o sentido de remover um time que chegou em todas as finais. Nem o próprio flamengo do futebol e tão eficiente

  • Cara eu sou flamenguista, porem so sou aficionado. Cara a direçao do flamengo e arcaica e pensamento fechado por isso nunca sabem nem mesmo com lucra com o futebol. Tem mesmo e que acabar com esse time de lol do flamengo, os cara nao dao valor. tem eq achar uma patrocinadora foda pra comprar a marca flamengo especificamente pro lol. essa bosta de clube de regatas do flamengo nao merece

  • Nossa, quantos comentários sem saber um pingo da historia do CRF.

  • Ramon Fonseca da Silva se fossemos seguir o seu raciocínio, o Flamengo deveria ter somente um único esporte, para qual ele foi fundado. Então seguindo seu raciocínio o Flamengo deveria acabar com todos os esportes que compete e ficar somente no remo.

  • Todo esporte no clube hj é autossuficiente. Ocorre que a diretoria que assumiu possui alas que, inclusive, uma senhora disse coisas irresponsáveis dos jogadores, denegrindo a imagem deles e chamando de autistas. A diretoria sequer emitiu uma nota para repudiar a preconceituosa declaração. É burrice o que estão fazendo.
    Só para constar, se acabar com o time, logicamente irão dizer que é deficitário.

  • Libero todos os canais de TV e coloco 1800 filmes e 180 séries completas por apenas R$ 35 mensais. Teste de 2 horas grátis. Sem antena! Basta ter internet! WhatsApp: 21 988788640. Me chama e faça seu teste grátis

  • Futebol masculino, basquete masculino e remo, o resto tem que acabar.

  • Com a experiência de três derrotas em finais, é provável que os jogadores já saibam o que aconteceu de errado, e que venham trabalhando pra evitar. É só ter serenidade na hora de começar e definir as batalhas. Se ficar nervoso, não enxerga o jogo. Boa sorte aos jogadores! E o Orlean está certíssimo. Ninguém quis acabar com o futebol do Flamengo porque não é campeão a nível nacional desde 2013. Tem que continuar insistindo, ATÉ SER CAMPEÃO. Não deve ser um investimento tão grande assim, e com certeza é um meio seguro de fazer muitos novos torcedores. E aí, Flamengo? Confiança na garotada, agora, é fundamental! Vamos ser campeões!

  • O Flamengo precisa dar continuidade ao projeto dos jogos eletrônicos.
    Hoje a nova geração está muito voltada para os games, com isso, o clube se moderniza e avança em agregar mais torcedores.

  • O time de Lol do flamengo é autossuficiente, não usa um centavo do futebol ou de outra área do clube. Meu filho é fanático no Lol, quando tem jogo do flamengo, junta ele e outros amigos e torcem como se fosse jogo de futebol. Eu não entendo nada, nem sei quem está ganhando ou perdendo, mas, só de ver o entusiasmo deles assistindo, ja me faz feliz. É um projeto que tem que ter continuidade. Além de rendas e premiacões que podem sem milionárias, tem o engajamento de muitos jovens que não ligam tanto para o futebol, mas são flamenguistas e que encontraram mais uma razão para externar esse amor ao clube.

  • Se a nova diretoria do Fla encerrar esse projeto, cometerá um enorme erro. Essa pressão às vésperas de mais uma final dessa equipe em nada contribui para um resultado positivo. Um projeto que tem pouquissimo tempo e que nasceu vitorioso: desde que começou, esteve em todas as finais dos campeonatos que disputou, contra equipes que já estão há muito mais tempo no mercado. Um projeto pioneiro e que contribui e muito para a expansão da marca do Clube de Regatas Flamengo. Avisem por favor a essa turma que assumiu o mengão esse ano, que estamos no século XXI. Se eles limitar as participações do clube em competições tradicionais que tem mais de um século de existência, que façam antes uma consulta a Nação Rubro-negra: vejam a opinião de nós que desejamos ver o Flamengo brilhando um todas as frentes, se concordamos com essa idéia dos senhores VP’s que assumiram esse ano a administração do clube e querem, numa decisão de cima para baixo, derrubar um projeto sensacional desenvolvido e implementado pela equipe da administração EBM.

  • Acho que como o time de lol é auto suficiente não tem pq finalizar o projeto.

  • Não conheço quase nada sobre essa modalidade esportiva. Porém, entendi e aprovei a intenção do dirigente que a trouxe. Acho que temos que insistir, pois tudo no começo é difícil mesmo. Prestem atenção, esse dirigente tem visão. Pra cima do Avaí no sábado. Avante FLAMENGO.

  • Se o time de lol for autossuficiente não há razões pra acabar, é importante pra atrair torcida jovem pro clube.

  • eSports é meu OVO esquerdo.
    Pq o direito é o vasco.

  • Porra de eSports… isso não é esporte.

  • Por mim nem começava esse projeto!
    Flamengo tem futebol masculino/feminino, basquete masculino e vôlei feminino.
    Agora tem que começar a investir no vôlei masculino.

  • O Orlean está certíssimo!

    Tenham um pouco mais de paciência! Ainda vamos aperfeiçoar nossa “expertise” nessa modalidade!

  • Posso estar errado, mas acredito que os gastos não sejam tão grandes em comparação a quantidade de adeptos que podem vir futuramente para a torcida do Flamengo através dessa modalidade.

Comentários não são permitidos.