Após insinuar favorecimento ao Fla, presidente do Palmeiras muda discurso: “Arbitragem é sempre tema polêmico”

FOTO: AGÊNCIA PALMEIRAS

Suspenso pelo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter alegado um favorecimento do VAR ao Flamengo, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, voltou a ser assunto entre os rubro-negros e, desta vez, caiu em contradição após declaração dada depois de mais uma vitória do Palmeiras com atuação polêmica da arbitragem.

Antes afirmando existir “coincidências” na atuação do árbitro de vídeo em favor do Fla, o mandatário agora revelou estar de acordo com a presença da tecnologia e, se não bastasse, tratou como “tema polêmico” a discussão sobre a arbitragem.

Arbitragem é sempre tema polêmico. O que a gente tem feito é apoiar continuidade do VAR. Traz justiça. Existem lances interpretativos, polêmicos. A gente tem que entender que cada um interpreta de uma maneira. As reclamações são inerentes ao futebol […] Eu sempre fui um defensor do VAR. Eu acho que a tecnologia no futebol agrega” -, disse Galiotte após vitória do Palmeiras sobre o Vasco.

RELEMBRE A DECLARAÇÃO DE GALIOTTE CONTRA O FLAMENGO:

A infeliz declaração do presidente do Palmeiras foi proferida após o empate do Alviverde contra o Internacional, em rodada do Campeonato Brasileiro. Muito insatisfeito com a atuação do VAR, o mandatário disparou protestos para todos os lados e insinuou que o Flamengo estaria sendo beneficiado.

– Muitos lances o VAR não tem atuado em jogos do Flamengo. São coincidências, isso é fato. Para alguns clubes, o VAR trabalha. Para outros, não. Acho que cabe uma reciclagem, cabe uma revisão de conceito. Todos merecem ser tratados da mesma maneira –, disse ele, na ocasião.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O problema é a falta de critério… O lance contra o Vasco foi semelhante ao penalti dado contra o Avaí no lance do Deyverson… Mesmo tipo de jogada, duas interpretações diferentes, e ambas a favor do Palmeiras… não é clubismo, mas sim crítica uma vez que já faz 5 rodadas que os “erros” ou lances de “interpretação” favorecem o mesmo time… Já passou da linha da coincidência faz tempo… presidente de clube que se reúne com presidente da CBF para discutir VAR e arbitragem… Não tem como não suspeitar em favorecimento ao Palmeiras.

  • Nesse lance, especificamente, eu não vi falta do Luiz Adriano. Que a arbitragem beneficia os porcos, isso é obvio. Mas nessa partida acho que transcorreu dentro do normal, ou seja arbitragem ruim.
    Agora, não podemos deixar de falar o quão péssimo é esse time do vasco. Ademais, além da ruindade, os jogadores pareciam de corpo mole pra ajudar as peppas.
    Merece disputar o z4 o time de sao januário pela horrível qualidade de sua equipe. SRN

  • Infelizmente vejo muita gente comentando com clubismo. Na minha opinião não foi falta no lance. E digo mais… Vamos inverter as coisas… Se fosse o Gabigol no lugar no Luis Adriano??? Tenho certeza que iríamos “enxergar” que não foi falta. Infelizmente enxergamos aquilo que queremos, por causa do clubismo. Uma prova disso é que um simples comentário mostrando uma opinião conta, faz as pessoas ficarem irritadas.

  • Ontem o juiz estava apitando com 2 pesos diferentes. Segurou cartao amarelo para jogadores do palmeiras o primeiro tempo todo. Nao importava se era falta de contra ataque, falta violenta, nem reclamação. O lance do gol e do penalti eu até entendo que foram os lance smais discutivel desses a favor do palmeiras que aconteceram. O problema que a decisao do discutivel é sempre pró palmeiras…

  • Já está uma vergonha, todo jogo um lance pra ajudar o Palmeiras, mas isso não é culpa do clube paulista não e sim da CBF que está de birrinha desde que o Flamengo não liberou o Reinier, já está tão nítido que até o presidente do Vasco falou na entrevista pós jogo, ” É um absurdo oque estão fazendo. Se quiserem que o Campeonato continue competitivo tudo bem, mas prejudicar o Vasco é inadmissível ” resumo todo Num da está vendo oque estão fazendo pro Flamengo não distanciar e o Campeonato ficar sem graça, mas com isso estão prejudicando vários clubes, que também estão brigando por algo …
    Já está uma vergonha isso, sempre soube que havia manipulação, mas do jeito que está, tá feio, ta deixando o Campeonato vergonhoso, tão mexendo com o amor dos torcedores …

  • Esse cara tem menos credibilidade que uma nota de 3 Reais! Vergonha de ler o que disse esse cabeça de desodorante “roll on’! A CBF hoje parece a sede do PT, um verdadeiro lupanário.

  • Para quem nāo sabe VAR é uma sigla que significa:

    Viemos
    Assaltar
    Rubros Negos

  • O Flamengo deveria vencer a Libertadores e na volta do Brasileirão jogar com o time sub-17 e entregar o título ao Palmeiras. Faria isso na cara dura. Seria um tapa na cara da CBF e jogaria esse campeonato na lama. Nem o os Porcos iriam comemorar diante da situação. O amigo aqui comentou e é verdade, o Palmeiras não perderá ou empatará um jogo daqui até o fim do campeonato. Contra o Flamengo lá, terão uns três pênaltis, duas expulsões e jogo até os 55 minutos. RIDÍCULO.

  • Gostei Sr. presidente. Essa dica é boa. Eu tenho uma que, penso eu, caiba melhor no que está acontecendo: “Faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço”.
    Essa frase ilustra bem quando os cafajestes estão em cena. O que posso imaginar não seria o seu caso, acredito eu.
    O que aconteceu no jogo do Vasco x Palmeiras ontem, a falta do Luis Adriano no Danilo Avelar é para se colocar em dúvida e de forma assustadora visto que vários jogos do Palmeiras que estavam empates até os 45 minutos do segundo, só terminou após os 50/55 minutos com o Palmeiras vitorioso. Parabéns Presidente.
    Deixo meu recado final: vergonha na cara é para quem tem !

  • Realmente o palhaço Carequinha tem razão. O VAR só trabalha “para alguns”, principalmente o Palmeiras. Como eu havia adiantado há dias, o Palmeiras não perde mais nenhum jogo até o fim do campeonato. Nem perde e nem empata. Só ganha. Agora, um antigo “método” de favorecimento, que há muito tempo não era utilizado (preferindo a CBF “investir”no VAR, nos pênaltis no fim dos jogos e nos generosos acréscimos) voltou a ser usado: as expulsões de adversários do Palmeiras. E vamos ver até onde a diretoria do Flamengo aguenta, antes de denunciar esses caras à Polícia Federal.