Jogaremos juntos! Cerca de 18 mil brasileiros estão em Doha para acompanhar o Flamengo no Mundial

FOTO: SIMON LEDO/COLUNA DO FLA

Chegou o último e, também, o mais importante entre os jogos dos últimos trinta e oito anos. De acordo com a TV do ‘Al Kass’ do Qatar, emissora do governo local, cerca de 18 mil rubro-negros – partindo do Brasil – entraram no país para acompanhar esta, possível, reconquista do mundo contra o mesmo Liverpool. Sem contabilizar os tantos outros torcedores do Flamengo que vivem no exterior.

Depois de confirmar a soberania nacional e de deixar os peruanos conhecerem este mar de amor rubro-negro, durante a disputa final da Libertadores, chegou a hora de fazer história no Qatar. Adversário deste sábado (21), o técnico Jürgen Klopp falou sobre a energia flamenguista pelas ruas durante o Mundial de Clubes.

Toda noite tem festa do Flamengo. Pelo menos 500 pessoas fazem festa toda noite no hotel e nem sei se conseguirão chegar no estádio -, disse durante entrevista coletiva na última sexta-feira (20).


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Na semifinal, por exemplo, rubro-negros de todos os cantos se reuniram no Belgian Doha Café e, durante todo o pré-jogo, fizeram os locais se sentirem nas ruas do Rio de Janeiro com a quantidade de camisas do Flamengo no ambiente. (link)

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, exaltou a força da torcida e reafirmou a confiança em seu elenco vitorioso: “essa festa é boa demais. Todo mundo nesse clima maravilhoso e esperando chegar o jogo, que é o que importa. Será uma partida super importante. Estamos confiantes, vai dar certo”.


Como cuidar do seu dinheiro e ajudar o Flamengo ao mesmo tempo? Isso é fácil, com o Banco BS2!


A torcida fez sua parte, apoiou, jogou e venceu junto com o time. Agora, no último desafio da emblemática temporada, não será diferente. É possível ver, inclusive, uma mobilização nas redes sociais para que os torcedores presentes em Doha se reúnam no mesmo setor do estádio e mostrem ao mundo sua força.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Não é hora de discutir dinheiro, paga conforme a divisão proposta pelo jogadores, comissão técnica e auxiliares ajudam a vencer.