Apontado como ‘algoz’ da demissão de Pelaipe, Bap esquiva: “Quem pode falar é o presidente”

Um dia antes de retornar aos trabalhos no Ninho do Urubu, Paulo Pelaipe foi comunicado, através de um e-mail enviado pelo setor de recursos humanos, sobre seu desligamento do Flamengo. Sua saída, recebida com surpresa, evidencia uma queda de braço entre dirigentes – considerando que sua permanência já estava encaminhada – e gera um clima instável nos bastidores. De acordo com informações iniciais, o vice-presidente de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, o BAP, seria um dos principais responsáveis pela demissão de Pelaipe.

A demissão do gerente de futebol, inclusive, já gerou consequências. Nesta terça-feira (07), os muros da Gávea amanheceram pichados – o BAP foi o principal alvo do protesto. Além disto, a tag #ForaBap dominou os assuntos mais falados mundialmente no Twitter. O portal ‘O Dia’ entrou em contato com Luiz Eduardo Baptista, que desconversou sobre o assunto.

– Quem pode falar sobre isso tudo é o presidente do Flamengo, a quem cabe decisões como essa -, declarou o vice-presidente de relações externas.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


A saída de Pelaipe é tida por alguns como mais um capítulo da ‘Guerra Fria’ dos bastidores rubro-negro entre BAP e Marcos Braz – pausada desde a saída de Abel Braga e chegada de Jorge Jesus. Se especula que o supervisor e amigo pessoal de Luiz Eduardo Baptista, Gabriel Skinner, possa ocupar o cargo de gerente de futebol no lugar de Paulo Pelaipe.

Há, ainda, a informação de que Pelaipe havia sido desligado por vazamento de informações internas.

Por meio de nota divulgada nesta terça-feira (07), Pelaipe demonstrou surpresa pela demissão, agradeceu ao Flamengo e relembrou sua importância na chegada de Jorge Jesus, um dos principais nomes do clube atualmente.

Veja também

  • Leandro, eu só sei que a equipe estava funcionado, trouxe 3 títulos em 1 ano ( por muito pouco não trouxe 5), e esse senhor mexeu no time que estava ganhando. Os motivos, não sabemos, já que ele se esquiva de dar uma explicação. E o que mais nos deixa desconfiados quanto aos seus reais interesses é a contratação do Abelão, por ele defendida. Tudo cheira a inveja e prepotência.

  • Pessoal, não vou julgá-los pois, além de sermos todos flamenguistas, não acho que te mundo tenha a obrigação de acompanhar a política do nosso Mengão. Mas atacar o Bap é uma tremenda covardia e uma baita ingratidão contra um dos verdadeiros arquitetos do atual Flamengo. Acompanhei de perto a política do nosso clube desde a expulsão da Paty parquinho é toda sua corja por parte de Wallim, Bap, Tostes, Landim, entre outros, dos quais não faziam parte o Sr. Eduardo Bandeira de Mello, o qual sou até
    grato por ter dado prosseguimento com algo que ele não criou. Enfim, para não me estender muito, sugiro que pesquisem no Google ou qq outro site de busca, quem são os verdadeiros azuis e criadores de tudo o que somos hj. SRN 81/19

  • É lamentável que o Sr. Bap em nome de um interesse pessoal procure prejudicar o Flamengo e o pior é que almeja ser Presidente da instituição. Se como diretor procura alguma forma de prejudicar, imaginem como mandatário máximo. Vai ser o caos total

  • Será que o EBM não quer se candidatar a presidente novamente não? Acredito que desbancaria todos estes que querem acabar com o Flamengo novamente. Se o Flamengo está como está, é graças ao EBM, e não a estes sanguessugas miseráveis, que estão brigando já pensando na presidência.

  • A confusão que existiu quanto ao pagamento das premiações por títulos foi causada pelo Bap, que não queria pagar valores prometidos pelo clube a varios funcionarios ligados ao futebol. O Pelaipe vazou a informação pros jogadores, que pressionaram a diretoria para honrar a promessa e conseguiram. Bap não gostou, e agora demitiu o Pelaipe, que tinha acordo de renovação encaminhado, e quer colocar Bruno Skinner no lugar como gerente de futebol.
    Essa demissão atinge os jogadores, a comissão tecnica e o Marcos Braz, que nem foi comunicado da demissão.
    Bap é um câncer no Flamengo.
    Só a pressão da torcida pode tirar o Flamengo dessa.

  • Bap quer ver Jorge Jesus fora do Flamengo. Bap foi o responsavel pela contrataçao de Abel Braga. Quando nao deu certo, Marcos Braz e Pelaipe defenderam a contrataçao de Jorge Jesus. Bap não gostou. Teve que engolir devido ao sucesso do treinador, mas agora demite o Pelaipe pelas costas do M. Braz, oq com certeza vai incomodar JJ, que gosta do Pelaipe.
    Eu acredito que o Bap, que queria a contratação de Sampaoli a 4 anos, continua querendo. Sampaoli comprou moradia no RJ, parece que esta esperando o Flamengo.
    O presidente Landim precisa ter pulso firme e pensar no Flamengo.
    A torcida precisa fazer toda pressao possivel a favor do Marcos Braz.
    A vaidade esta colocando em risco uma gestão que fez um trabalho espetacular.
    Saudaçoes RN

  • Landim tem de dar um soco na mesa e mostrar que é o Presidente.
    É ridicula essa birra do BAP, que já de muito tempo tem se mostrado prepotente, autoritário e ditadorzinho. Está com ciumes do Marcos Braz, que tem mostrado um serviço espetacular.
    Ou BAP coloca-se no lugar dele como Vice Presidente ou deveria ser demitido

  • Se houve contratações que não deram certo na administração do EBM (e foram muitas), não foi por equívoco do Pelaipe: na época era naqueles jogadores que se podia investir, ou já se esqueceram a meta principal do EBM era sanear as finanças do clube para depois montar um bom elenco?
    E o resultado veio em 2019, com um excelente time e os títulos estadual, nacional e continental.
    O Landim está sendo otário, dando corda ao BAP. Será que esse invejoso ainda acha que sob o comando de seu protegido Abel Braga o Flamengo ganharia também o Mundial de Clubes? Sim, porque só dessa forma ele seria superior ao Mister.
    É só despeito e inveja desse babaca, mas o maior culpado pela crise é o presidente Landim, que parece estar devendo alguma coisa para esse merda.

  • Esse monte de propaganda enganosa trepando nos comentários enche o saco. Quase não consigo escesver. Vá à Pqp Rede Constrular,, Centauro, etc, etc

  • Sempre haverá um FDP maior que o outro , clamando por exposição na mídia tendo o Flamengo como trampolim. Todo mundo quer se dar bem, vazando informações e exaltando os próprios méritos, que na verdade não tem. Bando de mercenários, nem flamenguistas são. E ainda tem torcidas organizadas que vendem suas preferências . Bando de cornos.

  • É FACIL TERMINAR COM TODA ESSA CONFUSÃO, QUE SÓ INTERESSA A MIDIA.
    BASTA O LANDIM VIR A PÚBLICO E FALAR O FATO, QUE MOTIVOU A DEMISSÃO DO PELAIPE.

    EM TEMPO: NÃO É PROIBIDO DEMITIR FUNCIONARIO E/OU TERCEIRIZADO.

  • O Cruzeiro tá aí como exemplo. Quando o clube estiver igual, olha que já teve bem perto. Porém, graças a um presidente e até, alguns desses que hoje estão aí, o clube hoje está onde está. Mas até quando? Com toda essa PICUINHIA. Quando chegar até onde o Cruzeiro chegou, aí vamos ver quem é bom. O quê o poder não faz com as pessoas…

  • BAP não gosta de Braz. Pelaipe braço direito de Braz. BAP demite Pelaipe e atinge Braz. Braz colocou Jesus. Jesus está incomodando parte da diretoria com declarações. Sanpaoli, nome de Walim faz muito tempo desde sua candidatura. Sanpaoli, estranhamente, faz 1 mes que está no Rio e não aceita nenhum outro trabalho. Não precisa ser um gênio para entender a jogada. E o planejamento do futebol para 2020 interessa aos articuladores?

  • A idéia foi do desse safado mesmo,se não ele teria negado. #fora Bap

  • A única pisada na bola que o Pelaipe deu, que na minha opinião foi gravíssima, foi ter vazado para a Globo, a questão da discordância dos jogadores sobre a divisão da premiação. Eu também como gestor o demitiria por não mais confiar nele. Não estou avaliando o BAP até porquê não gosto dele pois e o acho arrogante e invejoso. Na minha opinião, se o Landim não queria mais o Pelaipe pelos motivos que fosse, influenciado ou não por outras pessoas, ele como homem e profissional, deveria primeiro chamar o Marcos Braz e informá-lo. Tanto o BAP qto o Marcos Braz não foram eleitos para os cargos mas sim indicados. Apesar do Pelaipe dizer que indicou o JJ, poderia não ter dado errado como as diversas contratações que ele fez na gestão do EBM. Vamos aguardar o pronunciamento do Landim e seus argumentos para ter atropelado o Braz. SRN

  • Uma palavra: COVARDE. Fale o porquê da demissão, ou seja responsabilizado por transformar um bom ambiente, vitorioso e sadio, em péssimo. E se transforme em um Edmundo Santos Silva.

Comentários não são permitidos.