Bandeira se coloca à disposição para esclarecimentos e revela que não sabia da situação documental do Ninho

FOTO: ISABELLE COSTA / COLUNA DO FLA

Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo, compareceu nesta sexta-feira (07), à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) para prestar esclarecimentos sobre a tragédia ocorrida no Ninho do Urubu, que completará um ano neste sábado (08). Dentre as declarações, Bandeira se colocou à disposição para depor sobre o caso.

Eu tenho todo interesse em depor para esclarecer. Fui o único dirigente indiciado no primeiro relatório, e eu acho que ao depor aqui, muitas vezes quando a imprensa me perguntava, eu me exímia de comentar, até em respeito ao trabalho do Ministério Público, mas aqui eu estou diante de uma e acho que terei toda liberdade para responder às perguntas com toda sinceridade -, disse o ex-dirigente.


Não perca: Flamengo x Del Valle, na internet, você só vê aqui!


Ainda na CPI que trata de incêndios no Rio de Janeiro, Bandeira afirmou que não tinha conhecimento sobre a real situação documental do Ninho do Urubu, deixando claro que somente após a tragédia ficou sabendo que constava que a instalação deveria ser intertidada pelas autoridades.

Depois que o incêndio aconteceu, eu tomei conhecimento da interdição… Mas até o hoje não entendi muito bem o que houve. Parece que em algum dia do mês de outubro de 2017 um funcionário da prefeitura esteve lá e lavrou um auto em que constava a palavra interdição, mas não interditou. Isso nunca chegou ao meu conhecimento, e os vice-presidentes do Flamengo e CEO da época assinaram um termo em que consta no processo que esse assunto nunca chegou ao meu conhecimento e acredito que não tenha chegado ao deles também -, explicou.

Ao longo do meu mandato, ou seja, um ano e dois meses depois desse documento de interdição, foram lavrados sete autos de infração, depois mais 24, alguns deles depois do incêndio, mas nunca chegou a mim esses sete autos de infração. Logo depois fiquei sabendo que nenhum deles se referia ao alojamento dos meninos. Era um auto que citava as instalações do CT como um todo. Tudo isso só tomei conhecimento depois -, finalizou Bandeira.

O ex-presidente do Flamengo ainda destacou que executivos da prefeitura do Rio podiam não saber da situação de interdição, uma vez que mantinha boa relação com o prefeito Marcelo Crivella à época e nada chegou até ele sobre o assunto.

– Acredito que nem os principais executivos da própria prefeitura do Rio souberam disso, porque sempre tive uma relação bem permanente e cordial com o prefeito Crivella e ele nunca mencionou isso. A própria imprensa, que no Flamengo tudo vaza, cobriu o CT durante um ano e meio sem saber que estava cobrindo uma instalação interditada. Então eu acho perfeitamente crível que o presidente do clube não soubesse disso. Ninguém sabia -, afirmou.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Libero todos os canais de TV (TELECINE, PREMIERE FC, COMBATE, HBO, DISCOVERY, INFANTIS, ADULTOS, ETC) e coloco 3.000 filmes e 280 séries completas por apenas R$ 35 mensais. Teste de 2 horas grátis. Sem antena! Basta ter internet! Pare de pagar entre 200 e 400 para ter bons canais de TV. Meu WhatsApp: 21 988788640

  • Rodrigo B, excelente o seu comentário. Realmente causa espécie a prefeitura mandar interditar o Ninho, e este permanecer funcionando sem que houvesse fiscalização. Todos com mais de 5 anos de idade sabem como as coisas funcionam dentro das áreas de fiscalização da prefeitura do Rio, e todos sabem como é a prestação de serviços de uma maneira geral. Paga-se caro e tem-se um serviço de bosta. Afinal, de quem foi a culpa? Da prefeitura que não cobrou e não efetuou a interdição? Dos prestadores de serviço (manutenção de ar condicionado, fornecimento de energia elétrica, dentre outros) que nos oferecem serviços de baixa qualidade? Do fabricante de container, que por um descuido divino conseguiu homologar para comercialização um equipamento sem recursos contra incêndio e de rápida evacuação? Do Flamengo, que não cumpriu a interdição (se houve) sabe-se Deus porquê? O Flamengo, como dono do CT, tem que necessariamente INICIAR o processo de pagamento das indenizações, mas não é o único responsável. Cabe à polícia e a justiça chegarem às suas conclusões, para que se dê a César o que é de César, e os valores das indenizações serem rateados por quem de direito. Aos responsáveis, os rigores da Lei. Doa a quem doer. Comprometa a quem comprometer.

  • A burocracia é estranha no Brasil. Eu já vi o sujeito ser indiciado, julgado, e nem saber. Já vi condenacoes onde as sentencas nao correspondiam ao conteudo processual.

    É estranho uma interdicao num CT do flamengo nao virar noticias nem ser executada. Esse processo ou nao vai dar em nada do ponto de vista criminal ou vao chegar numa quadrilha de fiscais que vendem alvarás e cobram propina Pra nao executarem interdicoes.

    Mas na pratica o Flamengo tinha lincenca do ECA, essas instalacoes foram usadas por mais de um ano pelo profissional, eram de longe melhor que as de todos os clubes do Río, e ocorreu na vespera da mudanca Pra uma instalacao melhor que a de muitos times profissionais.

    Devia ter mais adultos junto com OS jovens segundo a leí, entretanto, do jeito que ocorreu os adultos teriam morrido junto com os jovens.

    É desesperador, a dor é imensa, quem ficou vai necessitar de um suporte durante a vida inteira. Todos querem um nome, um rosto pra culparem e se vingarem, contudo, até agora diante do que apresentaram não há um culpado, há uma instituicao que falhou na missao de cuidar e proteger os jovens.

    É uma situacao semelhante a de um acidente de transito … A culpa é da chica? A culpa é do Carro? A culpa é do motorista? A culpa é da estrada? A culpa é da estrada? As vezes sao só pequenas culpas incapazes sozinhas de fazer mal, que ao estarem todas juntas Ali produzem um acidente. Muitos responsaveis que falham, mas nenhum culpado. E Pra quem fica sería mais fácil ter a quem culpar e odiar.

    Se existir esse culpado rezo Pra que encontrem, mas lamentablemente até agora foi só um acidente fatal.

  • O Idiota abaixo chama Bandeira de covarde, porém ele foi homem em comparecer e tenho certeza se ele fosse presidente atual as indenizações já estariam todas pagas!!!O Flamengo pode até estar ganhando títulos, porém Landim não representa a nação!!

  • É claro que essa história do Bandeira está mal contada, o que não me admira numa personalidade fraca e covarde como a dele – vários episódios provam isso, principalmente a do Rubens Lopes na célebre sessão da ferj, quando ele, Bandeira, representando uma instituição da grandeza do Flamengo, se acovardou de forma humilhante. É inconcebível que uma interdição seja lavrada e NENHUM dirigente do Flamengo tome conhecimento, especialmente o presidente do clube, o que é seu dever e obrigação. Conta outra, Bandeira. O Landim, em matéria de covardia e omissão, não fica atrás. Cartola é cartola e nenhum deles vale nada.