Arão relembra críticas no Flamengo e destaca titularidade com Jesus: “Dei a minha vida para aproveitar a chance”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/MARCELO CORTES/FLAMENGO

Willian Arão chegou ao Flamengo em 2016 e, em quatro anos no Mais Querido, foi alvo de duras críticas da imprensa e, principalmente, de torcedores. Durante esse período, o volante oscilou entre boas e más atuações, e passou um bom tempo no banco de reservas. Com a saída de Gustavo Cuéllar e a chegada de Jorge Jesus, o camisa 5 teve a oportunidade de mostrar, enfim, o seu valor. Em bate-papo com Zico, Arão relembrou a época das críticas e afirmou ter trabalhado muito para aproveitar a chance que recebeu do Mister.

– Depois daquele amistoso contra o Madureira, todo mundo falou: “Agora que o Arão vai sair, até o treinador está dizendo que ele está mal”. Mas não sabiam o porquê ele estava dizendo aquilo. Ele conversou comigo, viu as movimentações, tínhamos só dez dias de trabalho, explicou o que queria, mas, com esse curto período, você esquece uma coisa ou outra no calor do jogo. Quando tive a oportunidade, dei a minha vida para aproveitar a chance e não dar brecha, e seguirei assim até quando ele optar por mim, – garantiu, em entrevista ao Canal Zico 10.

Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!

Ao comando do Mister, Willian Arão começou a ganhar confiança e conseguiu mostrar o seu futebol, se tornando peça fundamental para o bom desempenho do Mais Querido e titular absoluto da posição. Ao lado de Gerson, o camisa 5 brilhou e ajudou o Flamengo a alcançar os grandes resultados da temporada passada. Ao final do Campeonato Brasileiro, a dupla de volantes foi eleita a melhor da competição.

O ‘ano mágico’ do Rubro-Negro em 2019 também marcou a trajetória de Willian Arão pelo Mengão. Do banco de reservas à titularidade e conquista da tríplice coroa, o volante encerrou a temporada erguendo os troféus do Campeonato Carioca, Brasileiro e da Copa Libertadores da América, escrevendo o seu nome na história do Maior do Mundo.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *