Bandeira de Mello rebate nota do Flamengo e revela plano da antiga gestão para evitar tragédia no Ninho

FOTO: GILVAN DE SOUZA

O Flamengo emitiu um comunicado na última terça-feira (21) para rebater as declarações do ex-presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello. Em resposta, o ex-mandatário voltou a se posicionar no blog do jornalista Jorge Nicola nesta quarta (22) e revelou que o plano da antiga gestão era colocar os jovens da base no CT usado pelo elenco principal assim que os jogadores entrassem de férias, no início de dezembro.

De acordo com o nosso planejamento, não teria havido o incêndio pois os meninos já teriam se mudado para o CT ocupado até o dia 2 de dezembro pelos profissionais. Isso é límpido, cristalino e baseado em fatos. Os profissionais só voltariam das férias depois da Florida Cup, no fim de janeiro. Então, o CT que os profissionais ocupavam poderia ser ocupado pela base imediatamente, em dezembro -, disse o ex-presidente.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Bandeira de Mello, porém, evitou procurar culpados da tragédia ocorrida no Ninho do Urubu, deixando a cargo das autoridades competentes apurar os fatos e denunciar os responsáveis.

Seria uma irresponsabilidade minha atribuir culpa a qualquer pessoa. O que eu disse é que, baseado no nosso planejamento, não teria acontecido. E falei também que, durante os seis anos em que fiquei lá, não aconteceu nada parecido. O que não significa que, acontecendo 39 dias depois que saí, alguém tenha culpa disso. Quem tem que definir o que aconteceu definitivamente é a investigação -, concluiu.

ENTENDA DETALHES:

Na última segunda-feira (20), Bandeira de Mello concedeu entrevista ao jornalista Jorge Nicola afirmando que “se eu ainda fosse presidente, tenho quase certeza que não teria acontecido o incêndio.”

Se eu ainda fosse presidente, tenho quase certeza que não teria acontecido o incêndio. O que aconteceu ali, eu já não estava mais lá, e sinceramente não sei qual foi a causa. Mas espero que o MP chegue à verdade. Porque é muito desagradável ter inocentes sendo acusados de maneira totalmente injusta. Um deles sou eu -, disse, completando:

Nada se compara ao sofrimento dos familiares dos meninos ao perder uma criança naquela situação. Na história do Flamengo não tem nada mais triste, nada mais vergonhoso e mais trágico. Acho que quem está junto com as famílias já deveria ter resolvido isso. O Flamengo teve a chance de resolver logo no início, com a defensoria e o MP. Mas eu não estava mais lá, não posso fazer nada.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Bom pessoal que a verdade seja dita se ele tem culpa ou não não sabemos porém realmente não foi na gestão dele se fosse não saberíamos qual seria a desição dele porém a diretoria errou sim em priorizar comprando jogadores caros ao invés de pagar familiares dos meninos … Ainda mais falando que não poderiam pagar mais porque não sabia se eles realmente iriam para o profissional indo ou não indo fazia parte do clube e merece respeito queria ver se fosse filhos de parente de vocês que estão criticando uma pessoa que fez o que fez pelo nosso clube se hoje tem os jogadores que temos graças a ele sim…

  • Esse Bandeira tá se saindo um grande fanfarrão. Essa declaração dele não muda o fato que o Flamengo, durante a gestão dele, alojou os garotos em local que recebeu ordem de interdição da prefeitura. Durante 3 anos. 3 ANOS! Agora vem com essa historinha que é santo porque ia trocar o alojamento em dezembro. Não muda nada, não teria acontecido o acidente por pura sorte. A incompetência e irresponsabilidade de manter os garotos em condições de risco durante 3 anos nunca será apagada. Pode até escapar da responsabilidade criminal, mas a incompetência está marcada com a ordem de interdição da prefeitura emitida em 2015. Agora ele vai dizer que não teve tempo de corrigir as irregularidades também?

  • Pague de acordo com o q justiça determinar.

  • conheço o processo, o que ocorreu de fato. Após o incêndio, o Ministério Público
    interveio porque menores morreram, o caso virou um processo criminal e cível, no
    processo cível que envolve indenização, o juiz do processo e o MP, propuseram ao fla
    um valor MUITO MAIS ALTO, que o valor pago na justiça para aquele tipo de morte, o
    flamengo aceitou, algumas famílias também, e o Ministério Público concordou com os
    valores. Algumas famílias NÃO concordaram, o processo seguiu agora o fla vai pagar o que
    o Juiz mandar, a partir disso, se alguém reclamar do Landim por não pagar as famílias, das
    duas UMA, ou é tão IGNORANTE que não consegue entender o que uma criança consegue
    ou é ANTI disfarçado nesta coluna.

  • Renato, não tenho nada a ver com as familias, já fui ST do Flamengo, hoje moro em Santarém Portugal, falei essas coisas porque o Landim se uniu aos que roubaram nosso Fla, vc vai ver o que vai acontecer daqui pra frente. O Landim perdeu a oportunidade de mostrar outra cara, invez dele contratratar jogadores caros para o banco e pagado as familias ele mudava sua cara e mudava o apatamar do Flamengo. O mundo inteiro teria outra visão do nosso time.

  • Esse Joaquim,

    O que o Gustavo esta falando é nada sobre famílias, e você esta firmemente atacando o flamengo em prol disso. Certamente é alguém envolvido com as famílias e ganhos.

  • Ele praticamente atribuiu toda a culpa do incêndio ao Landin.

    “Eu não quero acusar ninguém mais se fosse comigo….”

  • No FLA hoje tem uma quadrilha atuando, BAP, Landim, Marcio Braga, Patricia Amorim se uniram para afundar o mais querido, sem contar com o presidente da FERJ. Vão pagar as familias bando de ladrão.

  • Esse cara é muito cara de pau, nossa como pode um senhor de idade não assumir suas responsabilidades nesse caso e culpar os outros pelos seus erros, sempre falei que esse tal de Bandeira de Mello era um lobo na pele de cordeiro, suas ambições ficaram gigantes primeiro foi trair a chapa azul original quando não quis abrir mão da presidência do Flamengo , depois começou a frequentar os bastidores do poder aqui em Brasilia na companhia da quadrilha petista e ai tomou gosto pelo poder, pela mentira se achava mais importante que todos pois vivia aqui no congresso usando o nome do Flamengo, tentou ser deputado e se fudeu bem feito seu pilantra assuma suas responsabilidades, porque não explica porque nem pagar as multas aplicadas pela prefeitura você não pagou e agora vem querer ser um santo do pau oco, você vai acabar sendo esquecido na historia do nosso clube seu covarde, esse tal de Joaquim Gonçalves deve ser da familia desse pilantra pra ficar defendendo o indefensável só pode, imoral, covarde, sem caráter isso sim!!

  • Gustavo, você e muitos que estão nessas críticas devem fazer parte dessa diretoria que tá metendo o FLA no buraco, o que o EBM falou é a pura verdade, contrataram jogadores caros para por no banco, dexando as famílias que perderam seus filhos de lado, queimando totalmente aimagem do Clube de Regatas Flamengo.

  • O que o sr. Bandeira de Mello fez na organização financeira do Flamengo é indiscutível e admirável. O que vem fazendo agora, entretanto, com recorrentes declarações em blogs apenas tem diminuído a sua imagem com nós flamenguistas e a imagem de sua gestão.
    Se existe algum problema, deve ser conversado e resolvido com os funcionários internos do clube ou nos tribunais, trazer agora palavras vazias em entrevistas apenas revelam sua desonradez ao incutir fofocas sobre o clube. A instituição Clube de Regatas do Flamengo merece respeito, ainda mais de um ex presidente.
    Suas declarações, além de desrespeitosas, confirmam a nota de repúdio emitida pelo clube, mostrando que o sr. Bandeira de Mello tinha conhecimento das iregularidades existentes no CT e que nada fez nos diversos anos em que estava a frente do clube para soluciona-las. Ainda, conforme declaração do ex presidente, se existia um plano para realocar os meninos para um novo alojamento (sinal de que o atual não estava bom), o sr. Bandeira de Mello foi omisso ao não deixar documentos instruindo e/ou alertando a nova diretoria para as devidas providências.
    Eu, particularmente, o tinha como o “maior presidente” que vi no Flamengo e no futebol brasileiro, suas ideias de responsabilização financeira (entre outras) são destacáveis. Sua postura pós presidência e seu descaso quanto a assinatura do TAC, a não existência de alvará de funcionamento nem o Certificado de Aprovação do Corpo de Bombeiros, as diversas desobediências as ordens de interdição do CT, as multas, as infrações e a ação civil contra o Flamengo durante a sua gestão me fizeram repensar o título de “melhor presidente”.