CBF elabora protocolo para volta do futebol e aguarda liberação do Ministério da Saúde

FOTO: LUCAS FIGUEIREDO/CBF

O protocolo elaborado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) contou com a participação de uma comissão de médicos e foram feitas reuniões semanais até que o documento para a retomada progressiva do futebol fosse concluído. Segundo informações do Globo Esporte, o protocolo já foi enviado ao Ministério da Saúde, que ainda não respondeu a solicitação da CBF.

Ainda de acordo com o veículo, a Comissão Nacional de Médicos da CBF é presidida por Jorge Pagura, e composta por Nemi Sabeh Junior, da seleção feminina, e os chefes dos departamentos médicos de Flamengo, Atlético-MG, Avaí e Ponte Preta, além do infectologista Sergio Wey, do Hospital Albert Einsten.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Conforme divulgado pelo portal, o “Guia Médico de sugestões protetivas para retorno das atividades do futebol brasileiro” conta com regras de convivência, utilização de espaço e alimentação, e foi insipirado em protocolos que já estão sendo utilizados Mundo a fora. O documento também foi baseado em pesquisas acadêmicas sobre pandemias e prevê realização de testes em todo o país.

Confira algumas especificações do protocolo (divulgadas pelo GE):

– Testes rápidos de coronavírus – para todos jogadores e familiares, além da comissão técnica e estafe envolvido nos clubes e jogos.

– Medição de temperatura – por infravermelho na chegada dos atletas e demais envolvidos nos locais de treinamentos.

– Transporte – prevê a possibilidade dos atletas irem em carros próprios. Nos treinos, cada um, de preferência, sozinho, no deslocamento. No transporte coletivo dos clubes, o veículo deverá ser higienizado, com espaçamento mínimo de duas fileiras, alternadas entre as colunas. Com uso de máscaras e álcool gel na entrada e saída do ônibus.

– Treinos com grupos separados – horários agendados para a chegada de todos. Uso de máscaras em comissão técnica e estafe e reuniões por vídeo.

– Questionário prévio – médicos devem identificar possíveis casos suspeitos. Caso haja sintomas, realização de teste rápido.

– Rouparia e lavanderia – jogadores devem ir já vestidos para os treinos, com utensílios pessoais, sempre levando para lavagem em casa

– Nutrição – o atleta vai fazer hidratação e suplementação em espaço individual de treinamento no campo aberto. A alimentação será realizada em casa, orientada por nutricionistas do clube.

– Vestiários – devem ser evitados no início. Quando autorizados, usar todos vestiários disponíveis, com divisão máxima de grupos de atletas. Por exemplo, uso de vestiário de mandante, visitante e de comissão de arbitragem.

– Tratamento médico e fisioterapia – priorizar atletas lesionados e em casos pós-operatórios. Evitar contato com atletas, para isso uso essencial de máscaras e luvas, com as macas sempre higienizadas. Além disso, isolamento entre postos de tratamento.

– Academia – devem ser evitadas no início. De preferência, usar pesos livros e barras em ambiente externo, de uso individual e sempre desinfetados antes e depois do uso.

– Corredor de segurança no local de treino

– Contratação de empresas de desinfecção e descontaminação

Veja também

  • NÃO E CS NEM IPTV! SUA CONTA/LOGIN

    Telecine Play, Premiere Futebol Clube, HBO Go, Sportv 1 2 3, ESPN…
    Para Celular, Smart TV, Tablet, TV Box, Computador, Vídeo Game entre outros..
    Whatsapp: 11 933512558

Comentários não são permitidos.