“Esta peste veio para nos mostrar que um clube também depende um do outro”, afirma presidente do Santos

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Flamengo suspendeu todas as atividades tanto na sede da Gávea quanto no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu, por conta da pandemia do coronavírus. Devido à paralisação dos campeonatos, abriu-se a discussão sobre o calendário do futebol brasileiro, mas também em relação aos salários dos jogadores. Alguns clubes pensam em pagar apenas 50% dos vencimentos dos atletas neste período.


Qual será a próxima vítima do Flamengo? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


O Flamengo acredita ser possível manter tudo em dia com os jogadores por até três meses de crise. O presidente do Santos, José Carlos Peres, garante que tentará ao máximo honrar seus compromissos até o final da pandemia. Porém, ele fez o alerta de que todos os clubes precisam um do outro.

Esta peste veio para nos mostrar que não vivemos sozinhos. Vamos ter de aprender que todos dependemos uns dos outros. Um clube também depende um do outro -, disse o mandatário santista, em entrevista ao site do Globo Esporte.

O Flamengo decretou férias coletivas aos seus jogadores, comissão técnica e funcionários. A reapresentação está marcada para o dia 20 de abril, mas pode ser estendida, caso a pandemia continue se alastrando ou se mantenha forte pelo Brasil. As competições, que foram paralisadas, não têm prazo para serem retomadas ou iniciadas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Declaração de quem tá precisando de ajuda. Desesperado…

  • A vá te catar seu infeliz. Aprenda a administrar clube otário.

  • Não creio que haverá mais futebol este ano!

  • aqui no Brasil como mostra a suas Caras os incompetentes e cara de paus usam a tragédia mundial como coitadinhos,cambada de sem vergonha eles na boa faria tudo de novo ou pior