Flamengo espera definição de calendário antes de encontrar soluções para pacote Maracanã e sócio-torcedor

FOTO: PAULA REIS / FLAMENGO

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o Flamengo já tomou uma decisão no que diz respeito às parcerias com o seu torcedor. O Rubro-Negro mantém cautela e irá aguardar a definição do calendário do futebol brasileiro antes de tomar medidas em relação ao pacote “Maracanã 2020” e aos planos de sócio-torcedor. A informação foi divulgada incialmente pelo GloboEsporte.com.

Ainda de acordo com o veículo, a diretoria entende que não é o momento para tomar atitudes, mas nos bastidores já tem feitos cálculos para minimizar o impacto financeiro com uma provável queda de receitas. Oficialmente, o clube ainda não se posicionou sobre o tema.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Com 114.995 sócios-torcedores, o “Nação Rubro-Negra” tem a situação mais complicada. O Fla não indicou medidas para o programa, porém tem a consciência de que a crise de coronavírus impactará na frequência de pagamento, que tende a cair. O “Maracanã Mais”, por sua vez, terá influência direta na definição do calendário. Se ele for reduzido, os torcedores serão ressarcidos.

O Flamengo não entra em campo desde o dia 14 de março, quando recebeu a Portuguesa, em jogo com portões fechados ao público no Maracanã. As atividades estão suspensas há mais de três semanas e ainda sem uma data prevista para retorno. Diante da paralisação, o clube concedeu férias coletivas aos atletas até o dia 20 de abril, podendo estender a data.

Veja também