Protocolo médico para clubes do Rio prevê uso de máscaras por atletas apenas fora do campo

FOTO: DIVULGAÇÃO/FLAMENGO

O protocolo elaborado pelos departamentos médicos dos clubes do Rio para a retomada das atividades prevê o uso de máscaras pelos atletas, mas a recomendação servirá apenas fora do campo. A ideia se estende ao retorno das competições, que permanece sem previsão em meio ao atual cenário do novo coronavírus no Brasil.

De acordo com informações do jornal “O Globo”, esta será a recomendação seguida pelos clubes do Rio, apesar de o protocolo “Jogo Seguro” não falar explicitamente sobre a utilização de máscaras pelos atletas. Em relação às partidas, os jogadores devem usar as máscaras apenas na chegada ao estádio e antes da entrada no campo.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Mesmo com o documento de medidas preventivas contra a proliferação da Covid-19, o presidente da Ferj, Rubens Lopes, admitiu um perigo de contaminação ao falar sobre o retorno das atividades. Em uma live realizada pelo canal oficial da entidade carioca, o mandatário afirmou que “seria imprudente” dizer o contrário.

Seria imprudente dizer que tudo é isento de risco. O que existe são os cuidados para minimizar ao máximo o risco. O risco de contaminação está no mundo e em qualquer lugar. Estamos trabalhando na direção de minimizar o risco oferecendo tudo que é possível para a biossegurança. O protocolo que deve ser seguido da realização dos jogos não está pronto, ele será elaborado e concluído por todos, como aconteceu com o protocolo que foi publicado para retorno dos treinos: o Jogo Seguro -, disse Rubens Lopes.

Até o momento, o Flamengo trabalha com a retomada das atividades no Ninho do Urubu no dia 1º de maio (sexta-feira), depois de ter estendido as férias dos atletas do elenco. O retorno, porém, está condicionado à autorização do Governo do Estado.

Veja também