Trauco recorda época de Flamengo e revela ‘incômodo’ em concentração com Guerrero: “Ninguém falava nada”

FOTO: DIVULGAÇÃO / FLAMENGO

Miguel Trauco e Paolo Guerrero foram companheiros de Flamengo entre 2016 e 2018. Durante esses dois anos, os peruanos conquistaram os troféus do Campeonato Carioca, em 2017, e Taça Guanabara, em 2018. Apesar de ambos serem do mesmo país e conviverem juntos não apenas no Rubro-Negro, mas também na seleção, o lateral-esquerdo revelou que a concentração com o atacante era um pouco incômoda porque eles praticamente nunca se falavam.

– Eu o respeito muito, mas em seu momento, para mim era meio incômodo concentrar com ele, porque ele é tímido e eu sou tímido. Imagine, nesse quarto ninguém falava nada. E eu o olhava, e até hoje, como meu ídolo, mas como eu sou tímido, me dava uma coisa de dizer algo ou começar a falar com ele, porque não queria causar mal estar -, disse o lateral, em entrevista à ESPN.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Miguel Trauco foi contratado pelo Rubro-Negro em 2016, no entanto, nunca conseguiu se firmar na titularidade da posição, sendo sempre a segunda opção para a lateral-esquerda. Trauco deixou o Mengão em 2019, quando acertou com o Saint Etienne, da França. Quando o peruano chegou ao Flamengo, Guerrero já fazia parte do elenco. O atacante chegou ao Mais Querido em 2015 e permaneceu até 2018, quando assinou contrato com o Internacional.

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • As garotas mais quentes esperando por você no — Hotcoss.Com