Prefeitura do Rio mantém veto ao Flamengo para treinos: “Não há o que fazer neste momento”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

A Prefeitura do Rio de Janeiro manteve nesta quarta-feira (20) o veto para a retomada aos treinos do Flamengo. Em reunião virtual, que contou com a participação do prefeito Marcelo Crivella e do chefe do departamento médico do Rubro-Negro, Márcio Tannure, foram expostos os motivos para a negativa. A informação foi divulgada inicialmente pelo jornalista Venê Casagrande, do jornal “O Dia”.

O médico do Flamengo fez uma explicação, falou bastante, mas a resposta é clara: não há autorização. Apenas fisioterapia, pois é tratamento -, disse o infectologista Celso Ramos Filho ao Globoesporte.com.

Não estamos em situação de abrir. Os casos são exponenciais. Ontem (terça-feira) foram 1.179, hoje mais de 800. Aqui no Rio não se vê mitigação desse número nos próximos 30 dias. A curva está subindo. É o momento de sinalizar que a gente vai abrir e vai voltar o futebol? Daqui a pouco alguém vê o Flamengo treinando e vai querer voltar a jogar pelada. Neste momento não há o que fazer -, prosseguiu.

No encontro, também estiveram presentes a secretária municipal da Saúde, Ana Beatriz Busch, o novo secretário de saúde do estado, Fernando Ferry, o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio, Sylvio Provenzano, os infectologistas Rafael Galliez e Celso Ramos Filho, da UFRJ, e o virologista Amilcar Tanure, também da UFRJ. Eles fazem parte do comitê montado pela prefeitura voltado ao combate do coronavírus.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Ainda segundo o portal GloboEsporte, Márcio Tannure chegou a argumentar na reunião que o Flamengo estaria sofrendo uma espécie de punição por ter uma estrutura superior aos demais clubes. Por sua vez, a secretária de saúde do Rio disse não se tratar de uma pena, já que todas as equipes terão que acatar a determinação dos órgãos públicos.

Nesta quarta-feira (20), os jogadores do Rubro-Negro utilizaram dois campos do Ninho do Urubu para a realização de treinos. Um helicóptero da Globo/GloboEsporte.com flagrou as imagens das atividades, que vão de encontro ao pronunciamento contrário do prefeito do Rio, Marcelo Crivella.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *