Dirigente do Flamengo lamenta declarações de Bandeira de Mello sobre incêndio no Ninho: “Parece até brincadeira”

FOTO: DIVULGAÇÃO

Vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee concedeu uma entrevista à Rádio Globo e relembrou o incêndio que atingiu o Ninho do Urubu, a maior tragédia da história do Rubro-Negro. Questionado sobre as declarações do ex-presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, o dirigente do Mengão lamentou a postura do ex-mandatário.

– Sobre o Eduardo (Bandeira de Mello), acho que está mal orientado. Para começar. Acho que quando você está sendo acusado de cometer um crime, primeira coisa é dizer que é inocente e se defender perante as autoridades competentes. Ele disse que os alojamentos eram maravilhosos, perfeitos e colocaria os filhos lá. Está mal orientado, parece até brincadeira. Mesmo que ele entendesse que são adequados, não deveria falar por respeito as famílias. Isso prejudica a imagem dele, desrespeita a imagem do Flamengo e as famílias que não conseguem virar a página. Acho que ele não fez por mal, ele pode ser condenado ou absolvido, mas não está se posicionando da forma correta -, disse.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Eduardo Bandeira de Mello, é um dos sete indiciados pela polícia nas investigações sobre o incêndio que atingiu o Centro de Treinamento do Mais Querido e culminou na morte de dez meninos das categorias de base. No entanto, em diversas declarações, o ex-mandatário se eximiu da culpa e, em uma das mais polêmicas, afirmou que se ainda fosse presidente do clube, o maior acidente da história do Rubro-Negro não teria ocorrido.

No início desta semana, o Flamengo confirmou mais um acordo com família de uma das vítimas do incidente. Na última segunda-feira (08), o Rubro-Negro se acertou com os familiares do ex-goleiro Bernardo Pisetta e garantiu mais um acordo. Todavia, assim como em todas as outras negociações, o clube não divulgou valores de modo a preservar a privacidade os familiares.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *