Antes de eliminação, Braz apontava Libertadores como trunfo financeiro para o Fla e garantia: “Torcida pode ficar tranquila”

FOTO: ANDRÉ DURÃO

Na última terça-feira (01), o Flamengo acabou eliminado pelo Racing nas oitavas de final da Libertadores. Com o placar de 1 a 1 no tempo regulamentar, a partida foi decidida nos pênaltis e o Rubro-Negro deu adeus à competição. Recentemente, o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, apontou a ‘maior competição da América’ como peça chave no planejamento financeiro do clube. Desta forma, com a eliminação, o Fla sofre um grande impacto em suas finanças.

Na Argentina, quando o Flamengo se preparava para o primeiro jogo contra o Racing, Marcos Braz concedeu uma entrevista exclusiva ao programa Arena SBT. Durante o bate-papo, o dirigente rubro-negro revelou que após a eliminação na Copa do Brasil, a Libertadores era um ‘trunfo’ para os cofres do Mais Querido. Além disso, na época, o vice-presidente aproveitou para tranquilizar a torcida.

– Esse valor (da premiação) é acentuado, é em dólar. O Flamengo conta, pelo menos, com boa parte desse valor (da Libertadores). Estamos fazendo readequações em função da saída da Copa do Brasil. E vamos fazer isso com excelência, a torcida pode ficar tranquila.

Com a eliminação precoce na Libertadores da América junto a queda na Copa do Brasil, os cofres foram impactados diretamente. Isso porque, o Rubro-Negro não conseguiu executar as duas metas para 2020. O Mais Querido tinha o planejamento de ser, no mínimo, vice-campeão da competição de mata-mata, além de ficar entre os quatro primeiros do torneio continental. Fora dos dois campeonatos, o clube arrecadou apenas cerca de R$ 26 milhões ao invés do valor projetado de, pelo menos, R$ 68 milhões.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Além deste déficit das eliminações, o Flamengo deixou de arrecadar R$ 18 milhões por conta do imbróglio de transmissão do Campeonato Carioca com a Rede Globo. Desta forma, a vida financeira do Rubro-Negro volta a causar preocupações na cúpula de futebol, visto que estas condições podem impactar no planejamento de compra do Pedro e Thiago Maia, prioridades da equipe para a próxima temporada, como confirmado por Marcos Braz.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Quer encontrar uma mulher para uma noite? Bem – vindo ao — S︆︆e︆︆xc︆︆o︆︆n︆︆t︆︆.︆︆C︆︆o︆︆m

  • Uma empresa quando é mal administrada gera prejuízo. Em poucas palavras é isso que esta acontecendo. Não serei eu a fazer uma análise dos erros que foram inúmeros de Landim, Braz e Tannure.
    Vou apenas levantar um ponto. A nefasta ligação entre a diretoria do Flamengo com a política.
    Lembram-se da ida no avião do Flamengo do ex-governador, impedido, Witzel na final da Libertadores? Da briga da diretoria com a Globo que fez perder 18 milhões? Da ida a Brasília para fazer política? Do isolamento político da diretoria com os clubes mais importantes? Da candidatura do Braz a vereador usando as cores do Flamengo?
    Tudo isso tem consequências!
    Não acho que deva haver caça às bruxas (especialmente o técnico nada tem a ver e deveria ficar por muito tempo) mas certamente uma reflexão profunda de todos os membros da diretoria e uma mudança total de rumos com foco somente nos interesses do futebol do CRF.

  • Vai ter de vender jogadores para arrecadar dinheiro para comprar o Pedro e o Thiago Maia.
    Vitinho , Gustavo Henrique,Léo Pereba,Lincoln,Michael além de não renovar com Diego Alves.

  • Providências Urgentes: botar para fora o Bambi-SP, GH furão, Leo Pereba, Vitinho, Lincon, Pedro Rocha, Renê, Micael), não pagar a rescisão, deixem estes brigarem na justiça pelo menos uns 10 anos (segura o processo), é o tempo que se reorganiza, ai o clube começa a parcelar o pagamento, ou então, vão em um terreiro de macumba para tentar um feitiço para aparecer clubes interessados em empréstimo destes.