CBF se manifesta sobre denúncia de Gerson e solicita investigação junto ao STJD

FOTO: AFP

Na noite deste domingo (20), de virada, o Flamengo venceu o Bahia por 4×3 e continuou vivo na luta pelo título brasileiro. No entanto, infelizmente, um caso de racismo apagou o brilho do duelo. Isso porque, ao final do embate, Gerson denunciou o jogador Indio Ramirez por injúria racial, e desabafou sobre o posicionamento do técnico Mano Menezes. Depois da denúncia do camisa 8, a CBF se manifestou sobre o caso e solicitou a abertura de uma investigação junto ao STJD.

CONFIRA O POSICIONAMENTO DA ENTIDADE:

“A CBF está solicitando à Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva a abertura imediata de uma investigação sobre a denúncia de racismo feita pelo jogador Gerson Santos, do Clube de Regatas do Flamengo, na partida deste domingo (20/12) diante do Esporte Clube Bahia, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. A entidade encaminhará ao STJD a súmula da partida, na qual consta o relato da denúncia feita pelo atleta. A CBF reitera seu profundo repúdio ao racismo.”


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Com a vitória sobre o Bahia, o Flamengo chegou aos 48 pontos na tabela, superou o Atlético-MG e assumiu a vice-liderança do Brasileirão, diminuindo para cinco a vantagem do líder São Paulo. Vale lembrar que o Rubro-Negro tem um jogo a menos que o Tricolor. Em busca da liderança, o Mais Querido volta aos gramados no próximo sábado (26), para enfrentar o Fortaleza, no Castelão.

VEJA OS GOLS DO FLAMENGO NA PARTIDA:

Vale lembrar que, no Brasil, racismo é crime previsto na LEI Nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, que prevê punição para casos resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, com pena que projeta reclusão de dois a cinco anos.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *