Flamengo força retorno de Lincoln ao sub-20, jogador se recusa, e clube retira materiais do atleta de vestiário

FOTO: DIVULGAÇÃO/CONMEBOL

Ao que tudo indica, a relação entre Flamengo e Lincoln caminha a passos largos para o fim. Nesta quinta-feira (03), o atleta não treinou com o restante do elenco, após ser advertido pela diretoria do Flamengo. Isso porque, o atacante ignorou pedido de Bruno Spindel, diretor executivo de futebol do Rubro-Negro, e se recusou a atuar pelo sub-20. O atacante se apresentou no Ninho do Urubu normalmente, no entanto, teve seu material esportivo retirado do CT e foi liberado das atividades do elenco.

O imbróglio teve início na noite da última quarta (02), quando Spindel telefonou para Lincoln e pediu que ele viajasse às pressas para Salvador e atuar pela equipe sub-20. A solicitação irritou o jogador e seus representantes, que negaram o pedido, alegando que o atleta está há mais de três anos integrado ao elenco profissional do Mais Querido.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Ainda nesta quinta, Lincoln recebeu proposta do futebol do Chipre, e o Mais Querido acenou positivamente. No entanto, a oferta não agrada os empresários do jogador, que sem pressa, adotam cautela e vão aguardar novas investidas de clubes mais “interessantes”. Dentre as propostas aguardadas, está a do Dínamo Kiev, que demosntrou interesse no jogador, mas ainda não formalizou uma proposta.

Vale lembrar que na última janela de transferências o Flamengo recebeu diversas propostas de transferência pelo jogador. No entanto, mesmo sabendo do interesse de Lincoln e dos empresários em dar continuidade as negociações, a cúpula Rubro-Negra fez jogo duro e segurou o atleta na Gávea.

Com o clima esquentando no bastidores do clube, a princípio, Lincoln se apresenta normalmente no CT Ninho do Urubu nesta sexta-feira (04), e aguarda um posicionamento do Flamengo. O Mais Querido, por sua vez, com pressa para conseguir recursos para exercer a opção de compra de Pedro até o dia 31 de dezembro, tenta negociar o jogador.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *