“Não vamos permitir que fatores externos decidam o campeonato”, dispara presidente do Internacional

FOTO: RICARDO DUARTE/INTERNACIONAL 

Neste domingo (14), o Internacional venceu o Vasco por 2×0, em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto, disputado em São Januário, teve polêmica com arbitragem e pronunciamento do presidente do clube gaúcho, atual líder do torneio. Após a validação de um ‘gol duvidoso’, que não contou com o auxílio do VAR, o mandatário do Colorado, Alessandro Barcellos, se pronunciou.

– Precisamos falar, dizer ao nosso torcedor, ao público que assiste e torce pelo Internacional, que nós não aceitamos esse tipo de arbitragem, que nós não aceitamos esse tipo de muito movimento e estamos muito atentos. Agora, é a hora da onça beber água. Agora é a hora das duas últimas rodadas do campeonato, e o Internacional quer jogar o seu futebol dentro de campo, e fazer com que o resultado dentro de campo seja justo para quem quer que seja -, disse Alessandro, antes de prosseguir:

– Não vamos aceitar, de nenhuma maneira, interferências externas para que esse campeonato não se decida dentro das quatro linhas -, concluiu.

Após a polêmica, o Vasco entrou com pedido de anulação da partida, alegando defeito no VAR e prejuízo ao Cruzmaltino, mandante da partida.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Até que a situação seja resolvida, o Internacional continua na liderança do Brasileirão, com 69 pontos, um a mais que o Flamengo, vice-líder. O embate entre cariocas e gaúchos, considerado a final antecipada da competição, será disputado no próximo domingo (21), às 16h (horário de Brasília).

ASSISTA AOS GOLS DA VITÓRIA DO FLAMENGO SOBRE O CORINTHIANS:

A partida entre Flamengo e Internacional será exibida pela Rede Globo, mas como de costume, o Coluna do Fla trará a transmissão mais rubro-negra na internet, com narração de Rafa Penido, comentários de Tulio Rodrigues e reportagem de João Pedro Granette.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • No gol do GABIGOL, o auxiliar levantou a bandeira e esperou o VAR confirmar. No gol do Inter, o auxiliar não levantou a bandeira, e esperou só informarem que o VAR não estava calibrado. É muita graça esse futebol brasileiro. Quer dizer que confraternização o Flamengo o árbitro a arbitragem nem precise de VAR. Quer dizer que se o VAR no Maracanã não estivesse “CALIBRADO”, teriao anulado.

  • Manda esse senhorzinho ir se fuder e tomar no cu dele! Não tem coerência no que diz, além de dizer algo muito contraditório e duvidoso.

  • O presidente do Inter está fazendo aquilo que ele mesmo condena. Não quer interferência extra-campo, mas é isto que ele está fazendo com essas declarações, colocando pressão pra cima da arbitragem. Ele podia ter citado o pênalti a seu favor no jogo contra o Bragantino. Lance muito duvidoso! Mas cita apenas aquilo que lhe convém. Quer levar na conversa? Conte outra, colorado!

  • A interferência externa já aconteceu favorecendo o Inter contra o Vasco. Se diz que não vai aceitar interferência externa então tem que jogar de novo a partida dentro dos mesmos critérios que todos os outros times estiveram sujeitos quando jogaram todas as36 rodadas até agora.

  • “Não vamos permitir que fatores externos decidam o campeonato” = ROUBO!
    VAR agora e carro, fica sem calibragem!