Flamengo analisa futuro de Michael; atacante não conseguiu se destacar no elenco alternativo

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Após perder a invencibilidade no Carioca, a equipe alternativa do Flamengo dará lugar aos titulares. Isso porque, conforme o planejamento da comissão técnica, os profissionais se reapresentaram nesta segunda-feira (15). Dessa forma, muitos Garotos do Ninho aproveitaram a chance e impressionaram Ceni, mas um atleta deixou muito a desejar: Michael. O atacante não se firmou nem entre o sub-20 e o Mais Querido começa a analisar seu futuro no clube.

Vale lembrar que, desde que chegou ao Mengo, Michael acumula decepções. Contratado junto ao Goiás, por 34 milhões de reais, o atacante não conseguiu se firmar, apesar do bom começo com Jorge Jesus. No entanto, após a saída do português, o camisa 19 não teve mais oportunidades e, quando foi acionado, não deu conta do recado. Assim, o futuro do atleta no Fla parece cada vez mais incerto, visto que algumas propostas, do futebol árabe e brasileiro, já chegaram.

CONFIRA NÚMEROS DE MICHAEL PELO FLAMENGO:

44 jogos
4 gols
3 assistências
0,15 média de participação

Dessa forma, além do fraco futebol apresentado, a Nação condena a contratação de Michael por um fator simples: o dinheiro. Os 34 milhões de reais desembolsados na negociação foram muito prejudiciais ao clube, especialmente no período de pandemia do coronavírus. Vale destacar, também, que o Flamengo terá enorme prejuízo caso pense em negociar o atacante, visto que o valor foi acertado quando o atleta estava em alta.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Com Michael em baixa, o técnico Rogério Ceni comandará o Mais Querido pela primeira vez na temporada. Dessa forma, o confronto contra o Resende, que acontecerá nesta sexta-feira (19), às 21h (horário de Brasília), no Maracanã, terá um ‘gosto especial’. A partida contará com exibição da FlaTV+, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Confesso que sou um dos que critiquei o Michael e que na minha opinião, não está a nível do Flamengo. No entanto, já que ele foi comprado, agora é valorizar ao máximo o investimento, mantendo-o no elenco como peça de reposição e fazer um bom trabalho psicológico nele, já que em muitas partidas ele erra mais por afobação e nervosismo.

  • Acho que o maior prejuízo é manter o Michael no elenco.
    Se ele não deu certo, que o clube e seu empresário tentem negociá-lo por um valor justo, considerando o que vem apresentando em campo, e seu potencial.
    Penso que as praças internacionais que praticam futebol de menor qualidade técnica, mas que dispõem de condição orçamentária para pagar uns R$ 20 Mi, tipo Ásia e Oriente Médio, poderão se interessar pelo jogador e até proporcionar melhores condições para que ele se apresente melhor. Afinal, é um jogador esforçado, driblador e até fazia seus gols e estas características são raras nas praças mencionadas e agradam muito.