Sesc RJ Flamengo visita o Sesi Bauru pelas quartas de final da Superliga

FOTO: GILVAN DE SOUZA

Após uma fase classificatória de altos e baixos, o Sesc RJ Flamengo (quinto colocado) estreia nesta quinta-feira (11) nos playoffs da Superliga Feminina de Vôlei. A equipe comandada por Bernardinho enfrenta o Sesi Bauru (quarto colocado), às 19h (horário de Brasília), pelo primeiro jogo das quartas de final da competição. O primeiro confronto será fora de casa, no interior de São Paulo, e o segundo no Rio de Janeiro. Caso tenha necessidade de um terceiro, a vantagem será do time paulista, que sediará a decisão.


Maior vencedor da história da Superliga, com 12 títulos, Bernardinho sabe que o Sesc RJ Flamengo precisa apresentar um melhor voleibol para ter chance de se classificar para as semifinais.  E o fato de estrear fora dos domínios é um trunfo para o técnico, que sempre preferiu jogar os primeiros jogos de suas séries na casa do adversário.

– É uma série melhor de três e precisamos ser consistentes para tentar de alguma forma gerar um pouco de insegurança lá. Elas vêm crescendo, fizeram uma reta final excepcional e nós oscilamos. Tivemos muitas limitações, muitas lesões, casos de COVID e a falta de continuidade muitas vezes me impede de tentar algumas coisas que poderiam surpreender. Mas acho que nesse momento o foco é a consistência. Não temos mais como oscilar. Precisamos fazer o nosso melhor contra um time que é muito forte individualmente. O caminho é consistência, lucidez e confiança -, pontuou Bernardinho.

Com três derrotas em três embates contra o Bauru na atual temporada, o comandante do Sesc RJ Flamengo espera que seu time consiga encontrar a estratégia correta para frear o poderio ofensivo da equipe paulista e, assim, conquistar uma vitória fora de casa.

Primeiro a gente precisa de alguma forma conter a potência da equipe de Bauru. Os saques da Polina e da Tiffany, conter os danos que elas podem causar. Em segundo lugar, temos que ser malandros, no bom sentido, para criar dificuldades para elas e não alimentar o que elas têm de melhor. É um time muito grande, a Dani é mais baixa com 1,84m, uma levantadora bastante alta. Temos que arriscar sem perder a lucidez, explorando a altura delas no sentido de criar dificuldade, sem querer enfrentar o bloqueio o tempo todo. Porque o bloqueio funcionando, gera o contra-ataque e aí fica mais difícil.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O jogo entre Sesi Bauru x Sesc RJ Flamengo será disputado no Ginásio Panela de Pressão e terá transmissão do canal SporTV. A segunda partida da série está marcada para a próxima segunda (15), também às 19h (horário de Brasília), no Ginásio Hélio Maurício, na Gávea.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *