Presidente da CBF descarta retorno de público em 2021: “Infelizmente será assim”

FOTO: REPRODUÇÃO

Recentemente, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou o calendário para a edição do Campeonato Brasileiro em 2021. Previsto para começar no dia 29 de maio, o torneio continuará acontecendo com portões fechados. Em entrevista ao Uol Esporte, o presidente da entidade, Rogério Caboclo, descartou o retorno do público aos estádios este ano.

— Estamos seguindo do jeito que está sendo possível. O que os clubes não têm é bilheteria. Mas isso infelizmente será assim, apesar da ideia de alguns. Não pode ter público em 2021. Está no regulamento das nossas competições -, disse. Além disso, o mandatário confirmou o interesse da CBF comprar doses de vacinas contra a Covid-19


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Isso porque, está em pauta no colégio de líderes da Câmara dos Deputados o projeto de lei que flexibiliza regras para que empresas privadas possam comprar vacinas. Se aprovado, o texto indica que a empresa privada que comprar o imunizante, terá que seguir as regras do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, ou seja, terá de obedecer a ordem dos grupos prioritários.

Em meio a isso, Caboclo confirmou o interesse da CBF em investir na imunização para os envolvidos no futebol brasileiro: “Estamos acompanhando as discussões no Congresso e, caso seja liberado, sim temos interesse em comprar vacinas para o futebol”, declarou.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Se acham que os transportes públicos podem andar lotados e a igrejas receberem os .fiéis, o Maracanã com 20 mil torcedores é muito mais seguro. basta colocar uma fileira de cadeiras afastada da outra por uma fileira e aos torceres afastado do outro por duas cadeiras. No Maracanã dá para fazer isso. com boa fiscalização dá para organizar a entra e saída dos torcedores