Flamengo acerta sexta saída de jogador em 2021; veja quem já deixou o clube e os próximos da ‘barca’

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Por: Guilherme Calvano

Nos últimos dias, o Flamengo acertou a saída do sexto jogador em 2021. O lateral direito João Lucas deixou o Rubro-Negro para defender as cores do Cuiabá, por um contrato de empréstimo até dezembro deste ano, sem opção de compra. Ele se junta ao meia Pepê na equipe de Mato Grosso.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Com a transferência já sacramentada, João Lucas, antes de partir rumo à capital mato-grossense, renovou seu contrato com o Mais Querido, já que o atual vínculo se expira em dezembro. Por certo, o jovem lateral representa a sexta ‘baixa’ do Clube da Gávea para 2021. Veja os nomes que já deixaram o Rubro-Negro.

QUEM JÁ SAIU
Como já citado, João Lucas é o sexto jogador a deixar o Flamengo. Antes dele, os seguintes atletas buscaram respirar novos ares: Natan (empréstimo com opção de compra ao Red Bull Bragantino), Yuri César (venda ao Al Shabab-EAU), Pepê (acerto com o Cuiabá), Lincoln (venda ao Vissel Kobe-JAP) e Bill (empréstimo com opção de compra ao Dnipro-1-UCR).

Vale destacar que segundo o orçamento financeiro de 2021 do Flamengo, o clube pressupõe receita bruta de R$ 953 milhões, dos quais R$ 168 milhões seriam advindos de vendas de atletas. E a lista nao para por aí. Confira agora os próximos nomes que o Mais Querido pretende negociar.

OS PRÓXIMOS DA LISTA 
Visando cumprir o restante da meta orçamentária, o Flamengo espera concretizar as saídas de Thuler, Klebinho e Ronaldo, todos crias do clube. Os dois últimos ainda não definiram seu destino, contudo o zagueiro já está acertado com o Montpellier, e viajará em junho para França, na abertura da janela europeia.


Lembrando que, conforme já dito pelo vice-presidente de futebol, Marcos Braz, o Rubro-Negro ainda busca vender um atleta de peso do elenco nesta temporada. A justificativa do dirigente foi de que o clube “tem grandes números a serem alcançados”. Porém, até o momento, nenhuma negociação de tal calibre está em andamento.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O Flamengo precisa contratar urgentemente um goleiro experiente e pegador de penaltys para substituir Diego Alves quando necessário!!!

  • Alguns comentários, parecem não ter o menor critério.
    Ao contrário do que mencionam, o Mengão tem aproveitado ao máximo, sua base. Obviamente, se não há espaço, ficam sem jogar e não evoluem.
    Ramon, por exemplo, naturalmente, é um jogador que deveria ser emprestado. Entretanto, pelo fato de Filipe Luís não ter condições de jogar em todos os jogos, Renê tem entrado. Contudo, Renê se contundiu e a oportunidade apareceu. No caso de João Lucas e Pepê, a situação é mais difícil, até porque ainda não convenceram. João Lucas é a quarta opção da lateral (considerando a reintegração de Rodiney). Pepê, també fica na mesma condição, pois não é o melhor, entre ele, João Gomes, Gérson, Diego Ribas, Arão, Éverton Ribeiro, Vitinho, etc. Diria até que Hugo Moura, como segundo volante, ainda é melhor do que Pepê.
    Para que não fiquem parados, o melhor é que ganhem sequência de jogo noutro clube.
    Klebinho está na mesma coisa, ou pior.
    Para comentar, não se pode entrar em “bordões malhados”. Tem que haver alguma lógica e critério.

  • Com relação à matéria, acho que os termos “BAIXAS” e “BARCA”, não refletem o objetivo das negociações que envolvem os jogadores mencionados.
    Muitos deles, não terão oportunidade na equipe principal, uma vez que existem substitutos mais experientes. O empréstimo destes jogadores permitirá que tenham sequência de jogos e aprimoramento de qualidade técnica (e até física). Por outro lado, o Mengão deixa de gastar com jogadores de pouco ou nenhum uso, mantendo o seu caixa, otimizado.
    Alguns jogadores deverão ser vendidos, para atender ao planejamento financeiro do clube, muito afetado pela pandemia.
    Administração eficaz, se faz assim. Não dá para gastar sem retorno.

  • Dos vendidos e emprestados e que estão para ser negociados, SOMENTE o Natan e o Yuri Cézar tinham potencial escancarado de ser grand jogadores, os outros até podem ser, mas não mostravam que iriam vingar.
    Até aqui a diretoria fez o correto, salvo nessas duas vendas que acho que foram bem baratas.

  • Se desfazer da base é um absurdo

  • Os três Jogadores da base: Klebinho, Ronaldo e principalmente Thuler, que têm todas as qualidades para ser um grande jogador, não é um bom negócio. A meu ver, a venda de um medalhão de alto salário e tem quem o substitua a altura , daria ao caixa do Flamengo um valor muito maior do que a venda dos três promissores jogadores