Gabigol ultrapassa Zico e se isola na artilharia histórica do Flamengo na Libertadores

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Na noite desta terça-feira (11), o Flamengo empatou em 2 a 2 com o Unión La Calera, no Chile, em jogo válido pela quarta rodada do Grupo G da Copa Libertadores. Autor do primeiro gol rubro-negro, Gabigol fez história e ultrapassou Zico na artilharia do Mais Querido na competição continental. Com o tento sobre os chilenos, o camisa 9 chegou a 17 bolas na rede, um a mais que o Galinho.

Por certo, Gabriel Barbosa ultrapassa Zico em seu 21º jogo com o Manto Sagrado pela Libertadores. O ex-meio-campista, maior ídolo da Nação Rubro-Negra, disputou 20 partidas pelo Flamengo no torneio. Ambos conquistaram o título uma vez pelo clube: em 2019 e 1981, respectivamente.

O tento no Chile foi o sexto de Gabigol na atual edição da Libertadores. Em 2019, ano da conquista do Bicampeonato, foram nove. Na última edição, por conta da eliminação precoce do Mengo nas oitavas de final, o camisa 9 fez dois.

OUÇA A NARRAÇÃO DOS GOLS DO FLAMENGO

Autor de um gol pelo Santos na competição internacional, Gabriel Barbosa , aos 24 anos, já está entre 10 maiores artilheiros brasileiros da história do torneio mais importante da América. Luizão, com 29 bolas na rede, é o recordista.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


CONFIRA A LISTA
Luizão – 29 gols
Palhinha – 25 gols
Célio, Fred e Jairzinho – 21 gols
Guilherme e Ricardo Oliveira – 19 gols
Marcelinho Carioca, Sérgio João, Tita e Gabigol – 18 gols

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Lamentável a atuação da defesa rubro-negra. O time chileno é fraco, por isso só fez dois gols porque a zaga entregou o ouro. A falha do Bruno Viana foi bisonha. Ele conseguiu a proeza de errar duas vezes em um mesmo lance. Hoje o ataque não compensou os gols que a defesa entrega em todos os jogos. Um time do tamanho do Mengão não pode ter um sistema defensivo tão ruim.