Tudo normal! Gabigol decide, Flamengo amassa o Fluminense e se torna Tricampeão Carioca

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Por: Paula Mattos

Flamengo e Fluminense entraram em campo na noite deste sábado (22), para decidir o título do Campeonato Carioca. O derradeiro duelo entre rubro-negros e tricolores foi disputado no Maracanã, às 21h05 (horário de Brasília), e o Mais Querido foi em busca de uma vitória para garantir mais um troféu na temporada e erguer seu 37ª troféu estadual.

O JOGO:

A final do Cariocão começou bem truncado no Maracanã, e parecia uma reedição da primeira partida: o Flamengo com a posse de bola e tentando impor volume de jogo, enquanto o Fluminense parava a partida nas faltas.

Com amplo domínio nos minutos iniciais, o Flamengo simplesmente não viu o Fluminense jogar. Após duas boas oportunidades aos 11 e 13 minutos, foi aos 19 que o Rubro-Negro teve a primeira chance mais clara. Bruno Henrique comandou o ataque, deixou a marcação na saudade e tocou para Gabigol, mas o atacante não conseguiu concluir com êxito.

Aos 26, um lance absurdo de Bruno Henrique, que quase saiu na cara do gol, mas foi impedido por Danilo Barcellos. Os jogadores do Flamengo pediram cartão vermelho no lance, mas a arbitragem puniu apenas com o amarelo. A falta, quase dentro da área, foi desperdiçada por Arrascaeta, que bateu na barreira.

Aos 41, pênalti para o Flamengo após choque absurdo do goleiro Marcos Felipe em Arrascaeta. Na bola, sempre ele: Gabigol. LEVANTA A PLAQUINHA! Letal nas cobranças de penalidade, o camisa 9 da Gávea bateu bem demais para estufar as redes do Tricolor. Mengo 1 x 0.

No lance seguinte, já nos acréscimos, que GOLAÇO! Filipe Luís comandou a jogada e encontrou Gabigol, que bateu cruzado e deixou o seu segundo tento na partida. É jogo decisivo? Chama o Gabi que ele resolve! CRAQUE! Mengo 2 x 0.

O primeiro tempo da decisão se encerrou com 74% de bola para o Flamengo, que deu 215 passes certos, teve cinco escanteios e oito finalizações. Um verdadeiro atropelo do Mais Querido nos 45 minutos iniciais.


Qual será a próxima vítima do Flamengo? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Sem alterações para a segunda etapa, o Flamengo voltou a campo colocando o Fluminense no jogo. Isso porque, logo aos quatro minutos, Rodrigo Caio cometeu um pênalti e o Tricolor diminuiu o placar. Gabriel Batista escolheu o canto certo e até tocou na bola, mas Fred bateu com força para estufar as redes rubro-negras. Mengo 2 x 1.

Aos oito, Arrascaeta cobrou falta de fora da área e, por pouco, não marcou um golaço. O goleiro do Fluminense, que estava adiantado no lance, conseguiu boa defesa.

Assim como no primeiro jogo da decisão, o Flamengo, que massacrou na etapa inicial, não conseguiu manter o ritmo na volta do intervalo, e ofereceu uma sobrevida ao adversário.

Aos 15 minutos, após um reinício de partida com muitos erros elo lado do Mais Querido, Gerson deu um passe maravilhoso para Filipe Luís, que bateu pro gol, mas parou em boa defesa de Marcos Felipe. Grande chance do Fla.

O segundo tempo foi totalmente picotado, com muitas faltas e uma péssima atuação da arbitragem. Bruno Arleu de Araújo, árbitro Fifa, um terror em campo.

E por falar em “terror em campo”, etapa final lamentável do Flamengo. Totalmente perdido em campo, o Mais Querido cometia erros bobos e deixava o Fluminense gostar da partida rumo ao gol de empate.

Aos 35 do segundo tempo, Rogério Ceni resolveu mexer no time e fez duas substituições: tirou Arrascaeta e Gabigol para as entradas de Vitinho e Pedro. Aos 40, Ceni mexeu de novo. Desta vez, saíram Isla e Gerson para as entradas de Matheuzinho e João Gomes.

Em sua primeira participação em campo, gol MUITO merecido de João Gomes. O primeiro dele pelo Manto Sagrado, e tento que consagrou o 37º título do Flamengo no Campeonato Carioca. Mengo 3 x 1 e TUDO NORMAL no Rio de Janeiro. FLAMENGO TRICAMPEÃO CARIOCA!

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *