Com três ídolos do Flamengo, Petkovic elege melhores companheiros de futebol brasileiro e escala ‘time ideal’

FOTO: FABIO ROSSI

Ídolo e marcado na história do Mais Querido, Petkovic montou uma seleção com os melhores jogadores com quem atuou na carreira. Entre os selecionados pelo sérvio, três crias da base Rubro-Negra: Adriano Imperador, o zagueiro Juan e o goleiro Júlio Cesar. Ainda colocou mais três ex-companheiros de Flamengo: Maurinho, Leandro Ávila e Edilson.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Escalação de Pet só com os brasileiros com quem atuou: Júlio César; Maurinho, Juan, Thiago Silva e Roberto Carlos; Leandro Ávila, Alex e Marcelinho Carioca; Edílson, Bebeto e Adriano.

O melhor time dos jogadores brasileiros com que eu joguei tem Júlio César no gol, sem pipocar. Lateral direita tem que pensar e vou escolher porque é meu amigo, não porque foi o melhor que jogou na lateral: Maurinho. Na lateral esquerda: Roberto Carlos. Zagueiros: Juan – ele era fantástico, fazia gol, defendia. Qual é o defeito dele, não sei? Outro zagueiro: Thiago Silva.

No meio: Marcelinho Carioca, Alex e Leandro Ávila. No ataque, tem muitos bons. Centroavante, indiscutivelmente Adriano. Didico é o cara. Outro cara que é chato, mas é bom para caramba: Edílson Capetinha – foi bom para caramba. Outro atacante, não sei se era muito conhecido: Bebeto —, disse.

No banco cabem vários jogadores. Eu fui privilegiado por ter vindo jogar no Brasil e ser aceito logo, acolhido e adotado, tive a oportunidade de jogar com vários craques. Ainda joguei com Juninho Pernambucano, Juninho Paulista, que poderiam entrar nessa seleção, o Beto —, finalizou Pet em vídeo ao seu canal do Youtube.

Petkovic teve duas passagens pelo Mais Querido e fez história. A primeira, em 2000, rendeu o bicampeonato Carioca em 2000 e 2001 (Com aquele gol de falta contra o Vasco aos 43 do segundo tempo) e da Copa dos Campeões em 2001. Em 2009, retornou como parte da renegociação da dívida que o clube lhe devia e foi campeão brasileiro, sendo peça fundamental para a conquista do Hexacampeonato.

Veja também