Decreto do Governo do Distrito Federal prevê mudanças para público na Libertadores

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

A Conmebol e o GDF oficializaram na tarde da última quinta-feira (15) a alteração do jogo entre Flamengo e Defensa y Justicia para o Mané Garrincha, em Brasília. A mudança se deu principalmente pela aprovação de público no estádio – são aguardadas até 15 mil pessoas na partida classificatória entre brasileiros e argentinos na Libertadores. Para isso, estão sendo necessários alguns ajustes no decreto do Governo do Distrito Federal.

Inicialmente, o decreto exigia obrigatoriamente comprovante das doses de vacina e o teste negativo de Covid-19 para, enfim, ter acesso ao estádio. No entanto, de acordo com a nova regra, não será mais necessário apresentar os dois para casos isolados. A informação foi divulgada primeiramente por Venê Casagrande.

Vale destacar que, em um primeiro momento, o Defensa y Justicia foi contra a possibilidade de aceitar que o jogo da volta tenha presença de público, pois na Argentina não aconteceu o mesmo. No entanto, a Conmebol entrou na discussão e conseguiu ‘convencer’ os hermanos. Com o Mané Garrincha liberado, a diretoria flamenenguista prepara a logística até a decisão. A tendência é que após a partida contra o Bahia, no domingo (18), em Salvador, a delegação rubro-negra vá direto para Brasília, sem a necessidade de retornar ao Rio de Janeiro.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O embate contra o Defensa y Justicia, marcado para às 21h30 (horário de Brasília) da próxima quarta-feira (21), decidirá a vida do Mengo na Copa Libertadores. Em virtude da vitória por 1 a 0 na Argentina, o time do técnico Renato Gaúcho precisa de apenas um empate para assegurar a classificação rumo às quartas de final da competição continental.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *