Renato parabeniza jogadores por goleada, mas pede ‘pés no chão’: “Todo jogo é uma cobrança”

FOTO: REPRODUÇÃO/ FLATV

No último domingo (18), o Flamengo atropelou o Bahia, fora de casa, e aplicou goleada por 5 a 0, em jogo que marcou a estreia de Renato Gaúcho no Brasileirão. Após o duelo, o Clube da Gávea divulgou um vídeo de bastidores, no qual Portaluppi ganha destaque em palestra para os atletas depois da vitória. O treinador fez questão de parabenizar o grupo, mas pediu ‘pés no chão’ para a sequência da temporada rubro-negra.

– Já tinha dado os parabéns e, agora, repito, que vocês jogaram para caramba. Quem entrou também entrou muito bem, foram algumas substituições, mas todos entraram muito bem. Agora, é pezinho no chão. Todo jogo é uma cobrança, a gente tem que ganhar. O importante é que em dois jogos não sofremos gols, muita gente que estava com a moral baixa, atingiu a confiança. Este é um momento importante para vocês, para nós, então, não pode faltar o apoio entre vocês e a comissão técnica.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


VEJA O VÍDEO:

A goleada sobre o Bahia, de fato, traz mais confiança para o time do Flamengo, que acumulou duas vitórias seguidas no Brasileirão e manteve os 100% de aproveitamento sob o comando de Renato. Contudo, a boa fase não pode ser motivo para relaxar, já que o Rubro-Negro terá sequência decisiva na temporada e, nesta quarta (21), ‘joga a vida’ na Libertadores.

Às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, o Mengo encara o Defensa y Justicia, pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores. Vale lembrar que o Flamengo tem vantagem do empate por ter vencido a primeira partida por 1 a 0. Para o duelo derradeiro, o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, com a voz de Rafa Penido.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Falou tudo Elielson. Não aguento mais ver o Arrascaeta batendo em cima da barreira. O “melhorzinho” que é o Diego, deveria se impor mais e pegar a bola pra bater!

  • Flamengo precisa de um cara q saiba bater na bola. De preferência canhoto tipo pitimartins. Temos bons cabeceadores mas não tem esse cara. Se o Dedé vier melhor ainda pois ele eh bom na cabeça

  • Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Vamos caminhar um jogo por vez. Treinar e ajustar as deficiências. Com a força do elenco e com um técnico que sabe ler o jogo, logo voltaremos ao patamar de antes.
    A diretoria cabe reforçar pontualmente o time. O
    O objetivo comum são os títulos. TODOS OS TÍTULOS. Não se espera menos desse plantel caro e qualificado. Nem de uma gestão que pretende ser competente e histórica.

  • Falou e disse! Escolheram muito mal os técnicos, depois do JJ. Sobre os que defendiam as permanências…, Todos antes disfarçados de bonzinhos. Por incrível que pareça hoje em dia isso tem sido muito comum, até por parte dos torcedores que não são flamenguistas. Baixaria total depoisdl dolu la.

  • Sempre falei que o maior problema do Flamengo depois da saída de JJ era justamente o técnico, dois erros que custaram muito caro ao clube financeiramente e espotivamente. E o pior é que muitas pessoas defendiam ambos os técnicos E agora vão dizer o quê? Não precisa nem ser ” especilaista ” em futebol para ver que nehum dos dois tinha capacidade para dirigir esse time do Flamengo oi qualquer time da primeira divisão, pois ambos nunca ganharam nada e além disso eram teimosos e o último ainda era arrogante e soberbo.