Após polêmica, Roger Flores se justifica por informação equivocada sobre Pedro: “Meu ‘feeling’ de ex-atleta”

FOTO: ALEXANRE VIDAL/FLAMENGO

Na partida contra o Ceará, quando o Flamengo não atuou bem e saiu com um empate após estar perdendo por 1 a 0, o comentarista da Rede Globo, Roger Flores, sugeriu que Pedro estava tendo pouco espaço na equipe porque Renato acatava ordens da direção por conta da negativa à sua convocação para Olímpiadas. O assunto gerou enorme polêmica, o treinador e o vice de futebol do Mais Querido responderam e nesta segunda (30), o também ex-jogador falou sobre o assunto no programa ‘Seleção SporTV’ e justificou dizendo que foi o seu ‘feeling’ de ex-atleta que trouxe tal percepção.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Semana passa deu um ‘auê’ danado sobre o que eu falei sobre o Pedro. E ai muita gente concordando e muita gente falando besteira. Eu não falei nada demais. Eu falei que (pelo meu) ‘feeling’ de ex-atleta, que tinha algum ruído ainda entre Pedro e diretoria e eu nem disse que tinha alguém errado.

Pra mim só quem é prejudicado é o Flamengo, se o Pedro está triste e desanimado, logicamente ele tem que digerir logo isso, não pode deixar que isso atrapalhe a carreira dele. O Flamengo não liberou (ele para a Olímpiada), ele tem o direito de estar chateado. Mas ele cada vez mais tem que estar à disposição do Renato e a diretoria tem que ter um jogo de cintura —, finalizou.

Logo após o jogo contra o Ceará, Renato foi questionado na coletiva sobre a declaração e foi ele que trouxe o termo ‘feeling’. Na ocasião, o treinador desmentiu o comentarista, disse que quem escala a equipe é ele e revelou até que teve uma conversa com Pedro, que chegou a fazer postagens nas redes sociais dizendo que o foco é o trabalho.

Acho até engraçado… O Roger foi um grande jogador, é um grande comentarista, tenho admiração por ele, mas o feeling dele, dessa vez, foi totalmente errado. Primeiro lugar, em qualquer clube que eu trabalhar, quem vai escalar o time sou eu. Depois, eu tenho conversado quase que diariamente com Pedro. Outro dia tive uma conversa muito boa com ele, falei que é um jogador que tem muitas qualidades, é um jogador novo, futuramente vai estar na Seleção Brasileira, sem dúvida alguma. Só que, hoje, ele joga numa posição que tem o Gabigol, e eu sempre falo pro meu grupo: hoje em dia, é difícil escalar a equipe do Flamengo, pela qualidade dos jogadores —, disse Renato.

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Essa coisa de dizer que não disse o que disse será que é mandamento da empresa que trabalha, também?
    Deveria apenas admitir que errou e pronto ao invés de culpar quem interpretou corretamente a besteira que ele disse!
    Tá quase virando outro Casagrande butterball.