Ex-treinador de Kenedy destrincha características do atacante e afirma: “Foi subutilizado na Europa”

FOTO: MARCELO CORTES/ FLAMENGO

A diretoria do Flamengo foi até o Velho Continente e trouxe alguns reforços nesta janela de transferências do meio do ano. E um deles foi Kenedy, que chegou por empréstimo de uma temporada e fez sua estreia contra o Grêmio do último domingo (22), entrando aos 32 minutos do segundo tempo. Em entrevista ao site “ESPN.com.br”, o treinador Alexandre Gallo, que comandou o atleta nas seleções de base, apontou as principais características do jogador e chegou a afirmar que ele foi “subutilizado” na Europa.

O Kenedy era um dos grandes jogadores da base na minha época e sempre foi titular comigo. Eu gostava muito dele e da função que ele fazia. É um jogador ofensivo, rápido, privilegiado fisicamente e que chuta muito bem. Ele foi subutilizado na Europa e poderia ter jogado mais. Algumas vezes foi usado como lateral-esquerdo, mas ele não tem características para isso de marcação -, garante.

Gallo também fez questão de dizer onde o atleta renderia mais. O treinador aponta que Kenedy possui características que fazem com ele se saia melhor atuando pelo lado direito. Como é canhoto, tem facilidade em preparar jogadas de finalização – além de ajudar no escape, com sua velocidade.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


O melhor lugar dele é pelo lado direito trazendo para dentro. Pode ser um segundo atacante, mas é muito agudo e sempre prepara a jogada para a finalização. Jogando pela esquerda eu acho que ele perde um pouco porque fica só com o canto de campo. Ele é um canhoto mesmo e gosta de fazer tabelas. O Kenedy tem muita velocidade e pode ajudar muito no escape. Ele vai ajudar muito ao Flamengo em uma equipe cheia de craques -, destacou.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Já disse que falta um meia pra alternar com o Arrascaeta como titular. O Flamengo ainda não tem esse jogador, assim como não tem também um goleiro que saiba interceptar bolas aéreas com tranquilidade e segurança. O menos mal nisso e que parece ter melhorado os fundamentos é o Batista.

  • Kenedy -> Geuvânio 2 – A missão

  • Vitinho só joga bem qdo entra no decorrer do jogo. Bruno Henrique só joga bem se entrar desde o início(um ao contrário do outro). E quanto aos substitutos do Arrasca penso diferente. P mim os únicos com características de armação para substituí-lo são Tiago Maia, ER, Diego e talvez Andreas(preciso observa-lo mais)

  • De acordo com Gallo o ex treinador do Kennedy, o atleta é “atacante canhoto” que joga pela
    “direita”, aliás, era essa a posição que ele jogava desde a época do fluminense. Pelo que ele
    descreveu, Kennedy “não é meia” e muito menos “meia armador”. a faixa de campo que ele
    ocupa é a mesma do Gabigol, com o adendo, que Gabigol é canhoto, joga pelo lado direito,
    se desloca bastante, faz assistências e aparece para concluir, por isso vejo Kennedy como reserva de Gabigol, Andreas poderia jogar ali mas já disse pro Renato que prefere ser volante
    Diego poderia também, ser testado e Viiinho não é armador, Resumo não temos reserva.

  • ja foi provado que o vitinho só joga quando entra no decorrer do jogo, naoi adianta colocar ele pra entrar jogando que nao da certo

  • Atenção Renato Portaluppi. Na ausência de Arrascaeta apenas 3 nomes, no atual elenco, podem almejar essa vaga pela capacidade de fazer o jogo andar: Diego Ribas, Kennedy e Andreas, mais ninguém e NUNCA, NUNCA esse preguiçoso do VITINHO.