Comentarista critica postura de dirigente do Atlético-MG em reclamações sobre arbitragem: “Um show de falácias”

FOTO: PEDRO SOUZA/ATLÉTICO-MG

No último domingo (17), diversas polêmicas ocorreram em duelos da 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. No jogo do Flamengo, teve um gol anulado e um pênalti não assinalado em cima de Vitinho. Por outro lado, o Atlético-MG reclamou também de uma penalidade não marcada em sua partida. Logo após, o comentarista Victor Birner comentou sobre os lances interpretativos e pediu um posicionamento de Rodrigo Caetano depois dos erros para os dois lados.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


— Em dois lances interpretativos, esse muito menos, mas ambos interpretativos. Esse do primeiro gol anulado, não o do pênalti. Em ambas as jogadas, o Flamengo não teve o lance a seu favor. Isso foi dito pelo Rodrigo Caetano antes antes do jogo do Flamengo. Eu queria que ele voltasse a dar uma entrevista logo depois, para saber se ele tem a mesma opinião. É um show de falácias, disse Victor Birner.

Vale destacar que o dirigente do Atlético-MG declarou um favorecimento da arbitragem ao Flamengo. Rodrigo Caetano cobrou critério antes da rodada sobre as decisões tomadas para o Mais Querido e  também para o Alvinegro. Atualmente, o Mengo é vice-líder com 46 pontos, enquanto o time mineiro está na ponta, com 56.

Virando a chave, o Flamengo volta sua atenção para o confronto da semifinal da Copa do Brasil. O jogo é diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, às 21h30 (horário de Brasília), na quarta-feira (20). O segundo e decisivo duelo acontece no dia 27, no Maracanã. A transmissão mais pé quente de ambos os duelos, você encontra no Coluna do Fla, no Youtube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Não sei se foi uma descrição do foi foi dito errada ou se o comentarista não se expressou de forma clara mesmo, porque achei muito confusa a informação. Só dá pra entender que ele gostaria de confrontar as opiniões do dirigente baseado nas arbitragens do jogo do Fla, mas que ficou estranho, ficou.