Duelo de artilheiros: Pedro e Gabigol tem excelentes números em 2021 e traçam ‘competição saudável’ no ataque do Fla

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Se tem uma posição em que o Flamengo está bem servido, é no ataque. Além de Gabigol, titular absoluto e que dispensa comentários, o Mengo também conta com Pedro, que é considerado um reserva de luxo. Em levantamento dos últimos dez jogos de cada atacante, o camisa 21 superou o camisa 9 em alguns quesitos, e mostrou a importância que tem para a potência do elenco.

Nos últimos dez jogos de Gabigol, o atacante ficou 804 minutos em campo e balançou as redes em três oportunidades, convertendo 30% das grandes chances (3/10). Pedro, por sua vez, jogou 444 minutos e marcou seis gols, com 71% de aproveitamento nas grandes chances (5/7).

No quesito assistências, Gabriel Barbosa registrou duas. O Príncipe da Nação, que precisa de 161 minutos em campo para participar de um gol, chutou rumo à meta adversária 23 vezes, sendo nove no sentido correto, o que significa uma pontaria de 39%. Para estufar as redes, Gabi necessita de uma média de 7.7 chutes.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Pedro Guilherme tem uma assistência e participa de um tento a cada 63 minutos. Dos 15 chutes a gol, o Artilheiro Reverência mandou 10 na direção certa, um aproveitamento de 67% em pontaria. Para balançar as redes, o camisa 21 precisa de, em média, 2,5 chutes.

Com o privilégio de ter dois atacantes acima da média no elenco, o Flamengo entra em campo no sábado (23), para enfrentar o Fluminense. A partida será disputada no Maracanã, às 19h (horário de Brasília), com a presença das duas torcidas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Resumindo: sou mais PEDRO!