Flamengo defende invencibilidade de quase 25 anos contra o Juventude no Maracanã

O Flamengo volta a abrir os portões do Maracanã para receber o Juventude no estádio após 14 anos. Além de dar fim ao tempo de espera para reencontrar o Mais Querido no Templo Sagrado, o adversário desta 26ª rodada tenta, ainda, encerrar o jejum de vitórias no local – que se mantém desde o Brasileirão de 1998.

Enquanto o último encontro entre as equipes no Maracanã permanece vivo na memória de boa parte da torcida, a derrota rubro-negra para o Juventude no estádio exige um pouco mais da memória. Isso porque, o revés ocorreu no dia 23 de agosto de 1998, quando o elenco ainda era comandado por Joel Santana. Romário foi o responsável pelo único gol do Flamengo naquela partida que terminou 3 a 1 para o time gaúcho.

Diante de mais de cinco mil torcedores no Maracanã, Joel Santana optou por ir a campo com: Clemer; Pimentel, Juan, Luís Aberto e Leonardo Inácio; Jamir, Jorginho, Iranildo (expulso), Beto (expulso), Rodrigo Fabri e Romário.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Agora damos um salto para o mesmo dia 23 de agosto, mas, dessa vez, de 2007 – quando Flamengo encarou o Juventude pela última vez no Maracanã. Outra coincidência, além da data, é que o Mais Querido também era comandado por Joel Santana no compromisso citado acima. No entanto, ao contrário do que ocorreu em 1998, o Rubro-Negro venceu esse embate por 4 a 0, com gols de: Souza, Obina, Maxi e Juan.

Nesta quarta-feira (13), os clubes vão recomeçar a contagem e dar fim aos 14 anos sem enfrentamento no Maracanã. O compromisso está marcado para as 19h (horário de Brasília) e contará, novamente, com a presença de público no Templo Sagrado. Se repetir o feito de 2007 e vencer o adversário, o Flamengo poderá diminuir a diferença para o Atlético-MG – de 11 para oito. Em caso, é claro, de tropeço mineiro para o Santos, em partida marcada para a mesma data e horário.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *