Gabigol marca de pênalti, salva Brasil e garante virada sobre a Venezuela

Nesta quinta-feira (07), o Brasil enfrentou a Venezuela, em jogo válido pela 11ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. Em um duelo com má atuação da Canarinho, Gabigol sofreu um pênalti aos 40 minutos do segundo tempo, salvou a Seleção e garantiu a vitória do time de Tite.

Para o jogo desta quinta-feira (07), Tite escalou um quarteto rubro-negro e Gabigol, Everton Ribeiro, Gerson e Paquetá foram titulares. O camisa 7 do Mengo e o Cria do Ninho foram substituídos durante o confronto, mas Gabi e Gerson ficaram em campo os 90 minutos. E o artilheiro do Fla, de pênalti, virou a partida para o Brasil.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Em confronto disputado no Estádio Olimpico de La UCV, a Venezuela abriu o placar aos 11 minutos. A Seleção Brasileira só conseguiu empatar o jogo no segundo tempo, em cabeçada de Marquinhos. A virada da Canarinho veio dos pés de Gabigol, em sua especialidade: cobrança de pênalti. Aos 40 minutos, o atacante do Mengo estufou as redes de Graterol.

O último gol do jogo saiu nos acréscimos, aos 50 minutos. Emerson trabalhou com Rafinha, que conduziu a bola até a linha de fundo e tocou na medida para Antony fechar o placar. Brasil 3 a 1 Venezuela.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Jogo horroroso da seleção.
    Tite esquiva-se da responsabilidade e convoca o que a maioria acha que é o melhor …. da Europa, pela mídia brasileira.
    Faltou, Hulk (que é melhor do que Gérson), Daniel Alves (que é melhor do que Danilo), Dudu (Palmeiras, que é melhor do que Gbriel Jesus e é alternativa p/ Éverton), Patrick (Inter, que é muito melhor do que Fabinho), Renato Augusto (muito mais eficiente do que Gérson) , Claudinho (ex Red Bull, que joga mais para a equipe do que Paquetá ou Gérson), Artur (Bragantino, que é mehlor do que Gabriell Jesus), que são melhores do que os que jogaram hoje.
    Hora de testar a zaga do Atlético mineiro e pensar em substituto de Thiago Silva.
    O meio de campo do Brasil foi horroroso….sem nenhuma criatividade, que é o ponto forte do futebol brasileiro.
    Fabinho, Emerson (horroroso), Antony, Gérson, Paquetá e Viny não são protagonistas de vitórias e vão demorar a ser. Talvez Paquetá seja o jogador mais efetivo e possa comandar alguma coisa, mas o restante, são meros colaboradores.
    Adoramos Gérson e Viny porque brilharam no Mengão, mas não são jogadores de seleção. Viny não fez uma coisa boa em momento algum, assim como Gérson (até o momento, não disse porque está na seleção).