Indicado por Braz, preparador físico recebe críticas internas no Flamengo; Abel também questionou profissional

FOTO: DIVULGAÇÃO / FLAMENGO

O Flamengo vive um dos momentos mais conturbados da temporada. Uma crise assombra os bastidores e, não à toa, o presidente Rodolfo Landim entra em ação para solucionar os problemas entre o Departamento de Futebol e o Departamento Médico. O ‘foco’ da divergência é a preparação física e, principalmente, Alexandre Sanz, responsável pelo setor.

O profissional foi contratado por Marcos Braz, vice-presidente de futebol, em janeiro de 2019. No entanto, Sanz é mal avaliado no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu. As principais reclamações envolvem a rotina do elenco rubro-negro. Isso porque, de acordo com o Globo Esporte, a criação dos relatórios de desempenho não condizem com a realidade dos treinos, além da falta de complemento aos trabalhos conduzidos por Renato Gaúcho.

Cabe destacar que Alexandre Sanz faz parte do departamento médico desde a época de Abel Braga. O treinador, inclusive, questionou a contratação do profissional na época. E, segundo relatos de pessoas próximas, Abel chegou a ouvir um ‘deboche’ sobre a carreira de Sanz: “Ele saiu de instrutor de treino funcional na Praia da Barra para preparador do Flamengo”.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


Além de Sanz, outro profissional recebe críticas internas. O médico Marcelo Soares, que também retornou ao Flamengo por indicação de Marcos Braz. O profissional, inclusive, já processou o Rubro-Negro logo após a sua primeira passagem pelo clube, em 2016, demitido por Tannure.

Em meio a isso, Rodolfo Landim entra em ação e monitora de perto a ‘bomba-relógio’ instalada no Ninho do Urubu. O presidente busca o diagnóstico da crise e examina os fatos do dia a dia do CT e, a partir disto, montar um dossiê. Internamente, na ala da Gávea, Marcos Braz vem sendo questionado por não ter agido antes para conter as críticas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • ACORDA LANDIN !!!!!
    O flamengo profissionalizou a gestao administrativa e finanças mas o departamento de futebol continua como antes. Esse Marcos Braz é politiqueiro, sempre foi, agora virou profissional da politica, tá na hora de sair. indicação de amiguinhos é pra time atrasado e para a CBF. Um Flamengo gigante requer finanças e futebol modernos e capacitados

  • Saudades dos tempos do Runco!!!

  • A grosso modo, eu acho q estão exigindo muito nos treinamentos fisicos. Justamente após a tão sonhada semana de treinos de Renato q o time desandou, tanto técnica como fisicamente. Outra suspeita: a vas ina?… Pois os “velhinhos” q tão sentindo mais.

  • Apadrinhamento jamais pode acontecer com um clube do tamanho do CR Flamengo. Quem não é competente não pode trabalhar no clube porque é amigo de A, B ou C. É uma insanidade gastar milhões de euros para contratar jogadores e manter uma comissão técnica e departamentos médico e físico lotados de pessoas que não estão à altura do Mais Querido.